Polêmico ex-presidente do Dínamo de Zagreb é alvo de tentativa de assassinato

Agência EFE
Getty Images
Zdravko Mamic (dir). durante entrevista coletiva
Zdravko Mamic (dir). durante entrevista coletiva

O ex-presidente do Dínamo de Zagreb, Zdravko Mamic, acusado de corrupção na transferência de alguns jogadores como os meias Luka Modric e Mateo Kovacic, foi alvo de tentativa de assassinato e acabou baleado, segundo divulgou nesta terça-feira a polícia da Bósnia.

A agência de notícias croata "Hina" apontou que o ataque aconteceu em Vidovici, ao sul do território bósnio. O dirigente acompanharia a missa de aniversário de morte do pai, de acordo com um porta-voz da corporação.

Mamic foi alvejado logo que desceu do carro, e a polícia ainda não identificou o autor do disparo.

O veículo informou que o antigo mandatário do Dínamo de Zagreb recebeu atendimento em um hospital local e não corre risco de morrer. O dirigente já teria decidido voltar para a capital da Croácia.

Em abril, Mamic começou a ser julgado por fraudes milionárias, nas vendas de jogadores do Dínamo, como Modric, para o Tottenham, e Kovacic, para a Inter de Milão. O dirigente renunciou ao cargo no ano passado, logo após a abertura de processo pelo Ministério Público da Croácia.

Além de comandar o clube de Zagreb, o ex-presidente era apontado como o "homem-forte" do futebol croata.