'É algo incrível, uma conquista indescritível', diz Nadal após voltar ao topo do ranking

ESPN.com.br com Agência EFE
Getty Images
Rafael Nadal comemora a vitória sobre Albert Ramos-Viñolas em Cincinnati
Rafael Nadal comemora a vitória sobre Albert Ramos-Viñolas em Cincinnati

O espanhol Rafael Nadal recuperou nesta segunda-feira o primeiro lugar do ranking da ATP, posição que não ocupava desde o dia 6 de julho de 2014.

Três anos e 45 dias após a última vez no topo, Nadal abre sua quarta etapa como líder do ranking com o desafio de aumentar as 141 semanas que contabiliza como número 1 do circuito masculino.

Assista aos lances da vitória de Grigor Dimitrov sobre Nick Kyrgios por 2 sets a 0!

Essas semanas são divididas da seguinte maneira: 46 semanas entre 18 de agosto de 2008 e 5 de julho de 2009; 56 semanas entre 7 de junho de 2010 e 3 de julho de 2011; e 39 semanas entre 7 de outubro de 2013 e 6 de julho de 2014.

Agora, com 7.645 pontos, Rafael Nadal tentará encerrar a temporada na atual posição, feito que já conseguiu em 2008, 2012 e 2013. Foi, inclusive, em 2008 que o espanhol ocupou pela primeira vez o topo do ranking. Nadal tinha 22 anos à época, agora tem 31.

"Recuperar o número 1 nove anos após tê-lo alcançado pela primeira vez não tem precedentes. Rafa foi semeando recordes em uma carreira extraordinária e este é impressionante. Demonstra a sua incrível dedicação e longevidade", destacou o diretor-executivo e presidente da ATP, Chris Kermode.

Pai apela às redes sociais para pedir ajuda a Fernando Meligeni: situação do tênis no Brasil é lamentável

O próprio jogador se mostrou orgulhoso pela capacidade de voltar a liderar o ranking mundial após uma última etapa marcada pelas lesões.

"Ser número 1 após tudo o que passei nestes últimos dois anos é algo incrível. É uma conquista indescritível voltar a estar nesta posição três anos depois", afirmou Nadal.

Veja os dez primeiros colocados e os melhores brasileiros do ranking da ATP:

1. Rafael Nadal (ESP) 7.645 pontos
2. Andy Murray (GBR) 7.150
3. Roger Federer (SUI) 7.145
4. Stan Wawrinka (SUI) 5.690
5. Novak Djokovic (SER) 5.325
6. Alexander Zverev (ALE) 4.470
7. Marin Cilic (CRO) 4.155
8. Dominic Thiem (AUT) 4.030
9. Grigor Dimitrov (BUL) 3.710
10. Kei Nishikori (JAP) 3.195

----------------------------------------------

68. Rogerio Dutra Silva (BRA) 723
76. Thomaz Bellucci (BRA) 682
114. Thiago Monteiro (BRA) 491