Elenco se reapresenta, e Ferraz valoriza Santos ‘cascudo’ com Levir

ESPN.com.br com agência Gazeta Press

Reprodução - Twitter
Lucas Lima durante o treino do Santos nesta quinta-feira
Lucas Lima durante o treino do Santos nesta quinta-feira

Após ganharem dois dias de descanso, os jogadores do Santos se reapresentaram no CT Rei Pelé na tarde desta quinta-feira. Com a ausência apenas de Zeca, que ganhou um dia extra de folga, o elenco começou a preparação para o duelo contra o Coritiba, no próximo domingo, às 19h (de Brasília), no Couto Pereira, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O lateral-esquerdo viajou para a Itália na última terça, onde foi concluir o processo de dupla cidadania e retirar o passaporte comunitário. Como não conseguiria retornar a tempo para a atividade desta quinta, Zeca avisou a comissão técnica e acabou liberado.

Além de Zeca, o zagueiro Cleber, que acertou com o Coritiba por empréstimo e já viajou para o Paraná, não participou da atividade. Já o meia Longuine, também na mira o Coxa, conversou por um longo período com Levir para pegar dicas antes de definir seu futuro.

A última vez que o Santos perdeu um jogo foi no dia 28 de junho. Ao todo, são 13 partidas de invencibilidade na temporada. Porém, apesar dos resultados satisfatórios, a equipe do litoral paulista não vem encantando seu torcedor. Para o lateral-direito Victor Ferraz, o time está “cascudo” com o técnico Levir Culpi.

“Esse time é cascudo, vende muito caro as derrotas. Quando a gente perde, o adversário tem de suar sangue. A gente não tem o brilho dos últimos anos, mas somos um time aguerrido”, explicou o camisa 4, em entrevista coletiva nesta quinta-feira, no CT Rei Pelé.

Dorival minimiza calote de pelo menos R$ 3 milhões do Santos: 'Eu confio muito no presidente Modesto'

Após poupar David Braz, Copete e Bruno Henrique no empate em 0 a 0 com o Fluminense, na última segunda-feira, no Pacaembu, o Santos deve ter força máxima para o duelo contra o Coritiba, neste domingo, às 19h (de Brasília), no Couto Pereira, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Ferraz acredita que o retorno dos titulares, principalmente dos dois pontas, fará o alvinegro ter uma força extra para vencer novamente no Brasileirão.

Confira o Ranking dos Treinadores após a 20ª rodada do Campeonato Brasileiro

“São atletas extremamente importantes, jogadores de força. Com o Bruno Henrique e o Copete, a gente fica mais forte nos contra-ataques, que é uma grande arma nossa”, concluiu o lateral.

No gramado, o técnico Levir Culpi reuniu o elenco para uma conversa de alguns minutos e depois deu sequência aos trabalhos físicos. Os jogadores voltam a treinar na tarde desta sexta-feira.