Zidane chegou como ‘tampão’ e agora tem um título a cada 13 partidas pelo Real Madrid

Igor Resende, do ESPN.com.br
Getty
Zidane: 7 títulos e apenas 7 derrotas no comando do Real
Zidane: 7 títulos e apenas 7 derrotas no comando do Real

Janeiro de 2016. Depois de uma passagem curta e mal-sucedida em Rafa Benítez, o Real Madrid decidia apostar em Zinedine Zidane como treinador. Apesar de ídolo do clube, ele chegava sob bastante desconfiança e até com ‘cornetadas’ da torcida. A imprensa esperava que ele seria uma espécie de ‘tampão’, subindo do time B apenas para terminar a temporada, abrindo espaço para um nome mais experiente na sequência.

Pouco mais de um ano e meio depois, poucos técnicos são mais respeitados que Zinedine Zidane.

Não por menos: com o título da Supercopa da Espanha, conquistado nesta quarta-feira em um verdadeiro passeio diante do Barcelona, ele chegou à incrível marca de um título a cada 13 partidas no comando da equipe – são 90 jogos disputados e 7 taças conquistadas até aqui.

Para melhorar ainda mais os números, Zidane tem o mesmo número de títulos que derrotas no comando do clube. Nos 90 jogos que comandou a equipe, venceu 68, empatou 15 e perdeu 7, um aproveitamento de mais de 75%.

Logo na temporada de estreia, Zidane conseguiu quebrar o ‘tabu’ e finalmente conquistou a Uefa Champions League.

Zidane define primeira parte da partida como 'espetacular' e lembra do tanto de trabalho e fome que existe por trás

Como ‘consequência’, disputou e conquistou também a Supercopa da Europa e o Mundial de na sequência. Para fechar a temporada quase perfeita, também ficou com o troféu do Campeonato Espanhol e de mais uma Champions.

Já neste começo de temporada, jogou três partidas oficiais e ganhou mais dois campeonatos: a Supercopa da Europa e a Supercopa da Espanha.

ESPN
[]

De todos os torneios que disputou, só não ganhou dois: o Campeonato Espanhol em que pegou o time no meio e a Copa do Rei da temporada passada.

Em finais, o aproveitamento é perfeito: seis decisões e seis títulos.

O coletivo por trás do individual: Calçade avalia momento do Real e avisa que 'não dá nem para comparar com o Barcelona'

“O que estamos fazendo é algo merecido para os jogadores. Temos talento, mas também muito. Há muita vontade de conseguir as coisas. Essa equipe tem fome”, elogiou Zidane, passando os méritos aos comandados.

Agora, o Real começa a temporada com mais quatro títulos a disputar (Espanhol, Copa do Rei, Champions e Mundial). E com o time bem encaixado como está, Zidane tem tudo para melhorar ainda mais seus números.