Com novo recorde de público, Hernanes decide, São Paulo vence Cruzeiro em jogaço e deixa Z-4

ESPN.com.br

Veja os gols da vitória do São Paulo sobre o Cruzeiro por 3 a 2

Em jogaço, o São Paulo saiu na frente, sofreu virada, mas reagiu para vencer o Cruzeiro por 3 a 2 e deixar a zona de rebaixamento do Brasileiro na manhã deste domingo, no Morumbi.

Com diversos titulares poupados em virtude das semifinais da Copa do Brasil nesta semana, o técnico Mano Menezes escalou um time misto e viu o atacante Sassá virar protagonista em campo, desperdiçando um pênalti e balançando as redes duas vezes. O meia Hernanes, no entanto, acabou sendo o grande destaque da partida, marcando em cobrança de penalidade e de falta e dando assistência para Arboleda.

A vitória põe fim a sequência negativa tricolor, com derrotas para Coritiba e Bahia.

Mais do que isso, alivia um pouco a sua situação após os triunfos de Avaí e Atlético Goianiense neste sábado.

O zagueiro Rodrigo Caio, convocado na última quinta-feira para a seleção brasileira, foi o pior no gramado, comprometendo mais de uma vez, especialmente no segundo gol de Sassá.

Gazeta Press
Sassá marcou duas vezes contra o São Paulo no Morumbi
Sassá marcou duas vezes contra o São Paulo no Morumbi

Ainda houve tempo para o argentino Lucas Pratto ser expulso com segundo cartão amarelo nos acréscimos. Digão também foi mandado embora no último minuto.

A torcida dos paulistas, por outro lado, não decepcionou, com 56.052 mil pessoas e renda de R$ 1.623 milhão. O público é novo recorde no campeonato.

Com o resultado, o São Paulo supera a Chapecoense, que completará a rodada contra o Corinthians apenas no dia 23, e assume a 16ª colocação, com 22 pontos. O Cruzeiro fica em sétimo lugar, com 27.

Hernanes, autor de dois gols, se mostra feliz em contribuir de várias formas e revela o que disse aos companheiros

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 3 X 2 CRUZEIRO

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 13 de agosto de 2017, domingo
Horário: 11 horas (de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Pedro Martinelli Christino (ambos do PR)
Cartões amarelos: SÃO PAULO: Lucas Pratto (2), Lugano. CRUZEIRO: Léo, Ezequiel, Bryan, Digão (2)
Cartões vermelhos: SÃO PAULO: Lucas Pratto. CRUZEIRO: Digão.
Público: 56.052 torcedores
Renda: R$ 1.623.971,00

GOLS
SÃO PAULO: Hernanes, aos 46 minutos do 1T e aos 36 minutos do 2T, e Arboleda, aos 26 minutos do 2T.
CRUZEIRO: Sassá, aos 6 e aos 11 minutos do 2T.

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Buffarini (Denilson), Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Éder Militão (Jucilei); Marcinho, Petros (Gilberto), Hernanes e Marcos Guilherme; Lucas Pratto
Técnico: Dorival Júnior

CRUZEIRO: Rafael; Ezequiel (Rafinha), Leo, Digão e Bryan; Hudson (Henrique), Nonoca (Thiago Neves), Robinho e Alisson; Rafael Sobis e Sassá
Técnico: Mano Menezes