Liminar reduz suspensão de Modesto Roma de 120 para 15 dias

Gazeta Press
Flickr Santos
Modesto Roma Jr foi punido por episódio em partida contra o Flamengo
Modesto Roma Jr foi punido por episódio em partida contra o Flamengo

O presidente do Santos, Modesto Roma Júnior, entrou com uma liminar nesta sexta-feira e conseguiu efeito suspensivo no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) que diminuiu a punição aplicada pelo tribunal de 120 para 15 dias.

A decisão, tomada pelo auditor Paulo César Salomão Filho, terá valido até que o mandatário seja julgado novamente, ainda em data a ser definida. Além do gancho, o pagamento da multa de R$ 100 mil também está suspenso.


O dirigente santista havia sido suspenso na última quarta-feira após ser denunciado por atitude antidesportiva. Ele foi enquadrado por conta de denúncias infundadas de interferência externa no jogo contra o Flamengo, quando acusou o repórter Eric Faria, da TV Globo, de avisar o árbitro Leandro Vuaden que um pênalti marcado não tinha acontecido.

Após o embate com o clube rubro-negro, a diretoria santista enviou um ofício à CBF pedindo a anulação da partida. O Santos venceu o confronto por 4 a 2, mas foi eliminado da Copa do Brasil por ter perdido a partida de ida, no Rio de Janeiro, por 2 a 0.

Nicola recorda histórico positivo do Santos na Libertadores: ‘Extremamente regular e perigoso’