Brittney Reese recupera título mundial do salto em distância

Agência EFE
EFE
Brittney Reese conseguiu a marca de 7m02
Brittney Reese conseguiu a marca de 7m02

A norte-americana Brittney Reese, campeã mundial do salto em distância em 2009, 2011 e 2013, recuperou o título nesta sexta-feira, ao desbancar, entre outras, a compatriota Tianna Bartoletta, que havia levado o ouro dois anos atrás, em Pequim, na China.

Em disputa muito equilibrada no Estádio Olímpico de Londres, a medalhista de prata nos Jogos do Rio de Janeiro, no ano passado, venceu nesta sexta graças ao terceiro salto na competição, em que alcançou a marca de 7m02.


A russa Darya Klishina, que disputa o Mundial como atleta independente, devido à suspensão do país, conseguiu o melhor desempenho em 2016, saltando 7 metros cravados, que valeu para ela a inédita medalha de prata.

Bartoletta, que começou a competição como campeã mundial e olímpica, conseguiu assumir a terceira posição apenas no último salto, quando alcançou 6m97, ultrapassando a sérvia Ivana Spanovic, e levou o bronze para casa.

Eliane Martins, que se classificou para a final desta sexta, saltou 6m52 na primeira tentativa, mas queimou as duas seguintes, e não conseguiu ficar entre as oito primeiras, que saltaram mais duas vezes, na briga por medalhas. A brasileira terminou na 11ª posição.