Guia da Premier League: veja os destaques, os principais reforços e o perfil dos 20 clubes da edição 2017/18, que você só vê nos canais ESPN

Texto: Rafael Valente; Arte: Dalton Cara, Gabriel Lucki e Bárbara Resende

Acabou a espera fã de esporte! A nova temporada da Premier League inicia nesta sexta-feira, a partir das 15h45 (de Brasília), com o confronto entre Arsenal e Leicester, no Emirates Stadium, em Londres.


O Inglês está entre os torneios de maior faturamento. Tem cinco dos dez clubes mais ricos do planeta, craques de várias seleções, estádios sempre cheios e é visto pelo mundo todo, sendo transmitido para mais de cem países - no Brasil, de forma exclusiva pelos canais ESPN e WatchESPN.

 A edição atual promete ter uma das disputas mais acirradas pelo título. Ao menos seis equipes iniciam o torneio com potencial de ganhá-lo. O Chelsea, último vencedor, o Tottenham, os Manchesters, o Liverpool e o Arsenal. 

VEJA OS JOGOS E A CLASSIFICAÇÃO DA PREMIER LEAGUE

Deste sexteto, Tottenham e Liverpool jamais foram campeões após a reformulação da competição, isto é, a partir de 1992/93. O primeiro não vê a cor da taça desde 1960/61. O segundo não a vence desde 1989/90.

Mas a Premier League promete emoção além da briga pela taça. Os quatro melhores garantem vaga na Uefa Champions League. O quinto tem vaga na fase de grupos da Liga Europa. Já os três últimos serão rebaixados.

Levando-se em conta a força do torneio, a dificuldade de vencê-lo, o ESPN.com.br preparou um guia especial. Abaixo você confere um perfil dos 20 participantes, o time base, o investimento na janela de transferências e o principal reforço.

Oito marcas diferentes fabricam os uniformes da Premier League; conheça

Foram apenas duas contratações: o lateral esquerdo Kolasinac, ex-Schalke, e o atacante Lacazette, ex-Lyon. Mas talvez a melhor notícia tenha sido a permanência de Alexis Sánches, assediado por PSG e City. O Arsenal entra na disputa como um dos favoritos à taça, mas é consenso até entre seus torcedores que tem um elenco um pouco abaixo dos outros candidatos. Há ainda a pressão contra Wenger, que comandará o time pela 22ª temporada. 

  • PRINCIPAL REFORÇO
  • O atacante Alexandre Lacazette, ex-Lyon

  • INVESTIMENTO NO MERCADO
  • R$ 197 MI
  • NA TEMPORADA ANTERIOR

Ainda com Wenger e fora da Champions League, veja como o Arsenal, com novo 9, deve jogar a Premier League



Dois reforços vieram do Chelsea: o goleiro Begovic e o zagueiro/lateral esquerdo Aké. Esse último foi a contratação mais cara da história do clube. Ele fez parte do elenco no primeiro semestre da última temporada, mas finalizou a edição 2016/17 pelo Chelsea. A passagem foi tão boa que ele foi comprado dpor 22,8 milhões de euros (R$ 83,7 milhões). A expectativa é repetir a última temporada e quem sabe obter uma vaga para a Liga Europa.

  • PRINCIPAL REFORÇO
  • O zagueiro/lateral Nathan Aké foi comprado do Chelsea

  • INVESTIMENTO NO MERCADO
  • R$ 127 MI
  • NA TEMPORADA ANTERIOR


Recém promovido, o plano do Brighton Albion é permanecer na elite. A equipe não jogava a primeira divisão há 34 anos. Entre os reforços, destaque para o goleiro Mathew Ryan, 25, ex-Valencia, o meia Davy Pröpper, do PSV,  e o atacante Jose Izquierdo, vindo do Brugge por 13,5 libras esterlinas (R$ 55,3 milhões), recorde no clube. Chegaram ainda dois meio-campistas: Mathias Normann e Pascal Gross e o defensor/lateral Markus Suttner.

  • PRINCIPAL REFORÇO
  • O atacante Jose Izquierdo, mais cara contratação do Brighton

  • INVESTIMENTO NO MERCADO
  • R$ 100,6 MI
  • NA TEMPORADA ANTERIOR
  • -


O Burnley lutou contra o rebaixamento na temporada anterior e deve fazer o mesmo na disputa atual. Perdeu o melhor jogador, o defensor Michael Kane para o Everton, além do atacante Gray, que foi para o Watford. Outros dez saíram, entre titulares e reservas. Vieram sete novos nomes, o que significa um recomeço. Na pré-temporada, empatou com os dois rivais mais fortes que enfrentou: Notthigham Forest (1 a 1) e Celta de Vigo (2 a 2).

  • PRINCIPAL REFORÇO
  • O volante Jack Cork, que veio do Swansea

  • INVESTIMENTO NO MERCADO
  • R$ 45,5 MI
  • NA TEMPORADA ANTERIOR
  • 16º


O campeão não poupou esforços e foi ao mercado para se fortalecer. Trouxe o goleiro Caballero, zagueiro Rüdiger, o volante Bakayoko e o atacante Morata, que foi a segunda contratação mais cara da Premier League – 65 milhões de euros (R$ 239 milhões). Este último certamente será titular. A grande questão, contudo, é como será resolvido o caso Diego Costa. Conte declarou que não contava mais com o atacante. Mas ele ainda não saiu.

  • PRINCIPAL REFORÇO
  • O atacante Alvaro Morata, ex-Real Madrid

  • INVESTIMENTO NO MERCADO
  • R$ 520 MI
  • NA TEMPORADA ANTERIOR

Sem Diego Costa nem Matic, como o campeão Chelsea vai entrar em campo nessa temporada? Veja


Brigou contra o rebaixamento na temporada passada. É possível que faça o mesmo em agora. Contratou apenas o zagueiro Jairo Riedewald, 20, por 9 milhões de euros (R$ 33,3 milhões) junto ao Ajax, e o meia Ruben Loftus-Cheek, 21, que foi emprestado pelo Chelsea.  Também tem novidade no banco de reserva. Nesta temporada, o Crystal Palace será treinado pelo ex-jogador holandês Frank de Boer.

  • PRINCIPAL REFORÇO
  • O meia Ruben Loftus-Cheek, emprestado pelo Chelsea

  • INVESTIMENTO NO MERCADO
  • R$ 33,4 MI
  • NA TEMPORADA ANTERIOR
  • 14º



O time não empolgou tanto na pré-temporada, apenas empatou nos jogos mais difíceis, contra o Genk, da Bélgica, e o Sevilla. Além disso, a perda do atacante Lukaku para o Manchester United deixou muitos torcedores preocupados. A vinda de Rooney, um símbolo do clube, mas que não vive bom momento há um tempo não permite acreditar em algo melhor do que o sétimo lugar no último ano.

  • PRINCIPAL REFORÇO
  • O atacante Wayne Rooney, ex-Manchester United

  • INVESTIMENTO NO MERCADO
  • R$ 364 MI
  • NA TEMPORADA ANTERIOR


Três vezes campeão da primeira divisão inglesa, o Huddersfield assegurou o retorno na última temporada. E a equipe investiu em praticamente todas as posições. Trouxe o goleiro Jonas Lössl, o zagueiro Zanka, lateral esquerdo Scott Malone, o volante Daniel Williams, o meia Tom Ince e os atacantes Depoitre e Mounié, entre outros. Ainda assim deve brigar para permanecer na elite inglesa.

  • PRINCIPAL REFORÇO
  • O atacante Steve Mounié, ex-Montpellier

  • INVESTIMENTO NO MERCADO
  • R$ 158 MI
  • NA TEMPORADA ANTERIOR
  • -



A movimentação do Leicester no mercado de transferências indica que o time pretende brigar por uma vaga na Liga Europa. Mas não deve ser fácil. O time envelheceu. A equipe trouxe o espanhol Iborra, bom meio-campista do Sevilla, e o nigeriano Kelechi Iheanacho, 20, atacante do Manchester City, por 27,7 milhões de euros (R$ 102 milhões). A temporada 2015/16, em que foi campeão, parece cada vez mais uma exceção...

  • PRINCIPAL REFORÇO
  • O meio-campista Vicente Iborra, ex-Sevilla

  • INVESTIMENTO NO MERCADO
  • R$ 218,4 MI
  • NA TEMPORADA ANTERIOR
  • 12º



Favorito ao título, o Liverpool corre por fora como o Arsenal, atrás dos demais. Apesar da vinda do atacante Salah por 42 milhões de euros (R$ 154 milhões), as outras investidas não foram tão impactantes. Chegaram o lateral esquerdo Robertson, do Hull City, e o atacante Solanke, do Chelsea. Ainda perdeu o volante Lucas Leiva para a Lazio. E trava uma batalha para manter o atacante Philippe Coutinho, assediado pelo Barcelona.

  • PRINCIPAL REFORÇO
  • O atacante Mohamed Salah, ex-Roma

  • INVESTIMENTO NO MERCADO
  • R$ 187 MI
  • NA TEMPORADA ANTERIOR

Veja como, ainda com Philippe Coutinho, o Liverpool vai buscar a primeira taça de Premier League da sua história


Guardiola buscou reforços pontuais: um goleiro (Ederson), dois laterais direitos (Kyle Walker e Danilo), um esquerdo (Benjamin Mendy), um volante (Douglas) e um atacante pela direita (Bernardo Silva). A movimentação sugere que ele pretende fortalecer os setores que não o agradaram. Assim, Ederson, Walker e Mendy dão mais alternativas ao técnico. E o City fez um time capaz de brigar por todas as taças.

  • PRINCIPAL REFORÇO
  • O lateral Benjamin Mendy custou R$ 213 milhões junto ao Monaco

  • INVESTIMENTO NO MERCADO
  • R$ 883,7 MI
  • NA TEMPORADA ANTERIOR

Com o gol e as laterais renovadas, e longa lista de saídas, veja como chega o City de G. Jesus para a temporada


Mourinho fez muitos testes na pré-temporada. Jogou com três zagueiros, dois zagueiros, três atacantes, dois atacantes... Todas essas experiências deixam claro que as possibilidades táticas do time. Lukaku, a mais cara contratação entre os times da Premier League (84,7 milhões de euros/R$ 312 milhões) vai assumir a vaga de Ibrahimovic. Já Lindelöf é favorito para completar a zaga com Bailly. No meio a dúvida é: Carrick ou Fellaini? 

  • PRINCIPAL REFORÇO
  • O atacante belga Romelu Lukaku, ex-Everton

  • INVESTIMENTO NO MERCADO
  • R$ 611 MI
  • NA TEMPORADA ANTERIOR

'O United é, sem dúvida alguma, um dos favoritos ao título', veja como Mourinho pode variar o reforçado time de Manchester


Promovido da segunda divisão como campeão, o time de Rafa Benítez se mexeu no mercado de contratações. Vieram três reforços para ajudar o sistema defensivo (um zagueiro, um lateral e um volante) e dois para ajeitar o sistema ofensivo (um meia e um atacante). Todos pontuais. Por isso o trunfo do Newcastle pode ser a manutenção da base da equipe que foi promovida. A meta é não cair de novo. 

  • PRINCIPAL REFORÇO
  • O atacante Jacob Murphy, que pertencia ao Norwich

  • INVESTIMENTO NO MERCADO
  • R$ 137 MI
  • NA TEMPORADA ANTERIOR
  • -



Foram duas contratações - o zagueiro polonês Jan Bednarek, 21, do Lech Pozan, e o volante ganês Mario Lemina, 23, da Juventus - e  uma pré-temporada com derrota elástica no jogo mais difícil: Augsburg por 4 a 0. Ou seja, não deve fazer uma campanha primorosa . A vantagem do Southampton é que a base titular do ano passado foi mantida. Como a equipe conseguiu o oitavo lugar, em tese não se preocupa com rebaixamento. 

  • PRINCIPAL REFORÇO
  • O volante Mario Lemina veio da Juventus nos últimos dias

  • INVESTIMENTO NO MERCADO
  • R$ 85,5 MI
  • NA TEMPORADA ANTERIOR


Perdeu seu jogador mais talentoso: Marko Arnautovic, vendido ao West Ham por 22,3 milhões de euros (R$ 82,4 milhões). Ao se reforçar não gastou nada. Trouxe três jogadores a custo zero: o lateral Tymon, do Hull City, o volante Fletcher, do West Bromwich, e o atacante Choupo-Moting, do Schalke. Também conseguiu o zagueiro Kurt Zouma, 22, emprestado pelo Chelsea. Mas não engane-se: deve ser uma temporada para sofrer.

  • PRINCIPAL REFORÇO
  • O zagueiro Kurt Zouma, que pertencia ao Chelsea

  • INVESTIMENTO NO MERCADO
  • 0
  • NA TEMPORADA ANTERIOR
  • 13º



O Swansea inicia a disputa sabendo que lutará contra a degola. Até a publicação deste texto, o time ao menos tinha vencido o assédio do Everton e mantido o meia-atacante Gylfi Sigurdsson. A diretoria ainda trouxe o meia Roque Mesa por R$ 46 milhões do Las Palmas, (a terceira maior contratação da história do clube), o atacante Tammy Abraham, emprestado pelo Chelsea, e goleiro Erwin Mulder, do Heerenveen.

  • PRINCIPAL REFORÇO
  • O meia Roque Mesa em ação pelo Swansea

  • INVESTIMENTO NO MERCADO
  • R$ 46,5 MI
  • NA TEMPORADA ANTERIOR
  • 15º


É o único time da Premier League que não fez contratações na janela de transferências, embora tenha abastecido os cofres com 80 milhões de euros (R$ 297 milhões) em vendas. A principal perder foi do lateral Walker para o City. Mesmo assim é favorito ao título. A justificativa é do técnico Mauricio Pochettino, que tratou de tranquilizar os fãs ao "Daily Mail". "É difícil convencer bons jogadores a vir para o Tottenham e depois sentarem-se no banco”.

  • PRINCIPAL REFORÇO
  • Tottenham ainda não contratou ninguém para a temporada

  • INVESTIMENTO NO MERCADO
  • NA TEMPORADA ANTERIOR

Sem novos jogadores e perdendo Kyle Walker, como deve jogar o Tottenham nessa temporada?


Após conseguir manter-se na elite, a diretoria tentou se reforçar. A maior contratação ocorreu nesta semana. O time trouxe o atacante Andre Gray, do Burnley por R$ 76,2 milhões. Também trouxe o atacante Richarlison, do Fluminense, por R$ 46 milhões. Mas ele deve ser reserva. Também chegaram o zagueiro/volante Chalobah, emprestado pelo Chelsea, o meio-campistaHughes, do Derby County, o goleiro Bachmann e o lateral direito Femenía.

  • PRINCIPAL REFORÇO
  • O atacante Gray chegou nesta semana, vindo do Burnley

  • INVESTIMENTO NO MERCADO
  • R$ 214,8 MI
  • NA TEMPORADA ANTERIOR
  • 17º



Décimo na última temporada, o West Bromwich ficou empolgado e tem expectativa de brigar por uma vaga na Liga Europa. No entanto, o time sabe que precisa de um substituto para Darren Fletcher, que saiu de graça para o Stoke City. A equipe se interessou por James, do Leicester, e Barry, do Everton. Até o início da competição, não tinha conseguido fechar com nenhum. Na pré-temporada, os resultados não agradaram.

  • PRINCIPAL REFORÇO
  • O meio-campista Jay Rodríguez, ex-Southampton

  • INVESTIMENTO NO MERCADO
  • R$ 81,8 MI
  • NA TEMPORADA ANTERIOR
  • 10º


Os resultados na pré-temporada indicaram que há muito a ser feito para que o West Ham seja competitivo. A equipe venceu apenas um dos seis confrontos amistosos que fez. Foram três empates e duas derrotas, sendo a última por 3 a 0 para o Manchester City.  Mas a equipe londrina se reforçou. Trouxe o goleiro Hart e o lateral direito Zabaleta, ambos ex-City. Também trouxe os atacantes Arnautovic, do Stoke, e Chicharito, do Leverkusen.

  • PRINCIPAL REFORÇO
  • O atacante Chicharito veio do Leverkusen

  • INVESTIMENTO NO MERCADO
  • R$ 169,6 MI
  • NA TEMPORADA ANTERIOR
  • 11º