Brasil é dominado pela China e estreia com derrota na fase final do Grand Prix de vôlei

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
Divulgação/FIVB
Brasil estreou com derrota para a China na fase final do Grand Prix
Brasil estreou com derrota para a China na fase final do Grand Prix

O técnico José Roberto Guimarães já havia avisado: a China, atual campeã olímpica, é o time a ser batido. Nesta quarta-feira, iniciando a participação nas fases finais do Grand Prix de vôlei, na China, a seleção brasileira feminina começou bem, perdeu um primeiro set equilibrado, mas não teve força para reagir: no final, domínio chinês e partida encerrada em 3 sets a 0, parciais de 25-22, 25-17 e 29-27.

Apesar do favoritismo rival, a seleção brasileira igualou as forças no primeiro set e, praticamente ponto a ponto, fez jogo equilibrado. No final da parcial, no entanto, o país-sede abriu uma ligeira vantagem e conseguiu fechar em 25-22.


No segundo set, o panorama mudou. As brasileiras viram a China abrir 6 a 0, e a reação tornou-se ainda mais difícil: donas da casa na frente o set todo, poucas ameaças brasileiras e parcial de 25-17. Já na terceira e última parcial, o Brasil esboçou uma reação, tendo, inclusive, dois sets points, mas falhou no momento decisivo e as chinesas viraram, 29-27, e selaram a vitória.

Nesta quinta-feira, às 8h30 (de Brasília), o Brasil volta à quadra na fase final do Grand Prix - principal competição anual de seleções no mundo - contra outra adversária do grupo J, a Holanda, e precisam da vitória para ir à semifinal da competição. Conforme o regulamento, o grupo é composto por três equipes e as duas melhores avançam. Do outro lado, pela chave K, brigam por duas vagas Estados Unidos, Sérvia e Itália.