Levir brinca com Vecchio ovacionado: "Nunca vi 34 mil brasileiros aplaudirem um argentino"

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
Veja entrevista em que Levir brinca sobre Vecchio ter sido ovacionado
Protagonista de várias coletivas de imprensa bem-humoradas, o técnico Levir Culpi voltou a arrancar risadas dos jornalistas neste domingo, dia em que o Santos venceu o Bahia por 3 a 0, no Pacaembu. 

O tom brincalhão do jornalista continuou ao comentar a atuação do meia Vecchio. O argentino, que iniciou a jogada do segundo gol ao dar um ‘chapéu’ no marcador no meio-campo, foi substituído por Rafael Longuine no segundo tempo e deixou o gramado ovacionado pelos mais de 30 mil santistas presentes no Pacaembu.


“Até estranhei. Nunca vi 34 mil brasileiros aplaudirem um argentino. É uma decepção incrível (risos). Mas ele realmente está muito bem. Ele sentiu a falta de jogo. Tem o passe ótimo e está sendo muito importante no campeonato. Fiquei feliz por ele”, brincou o técnico.

Questionado sobre a atuação de sua equipe, Levir Culpi mais uma vez foi sincero e admitiu ter errado nas substituições, que em sua visão chamaram o Bahia para cima na reta final do confronto – ele promoveu as entradas de Rafael Longuine e Alison nos lugares de Vecchio e Copete, respectivamente.

“O jogo não mereceu o 3 a 0. O Bahia também esteve muito perto do gol. Escapamos de tomá-los. Poderia ter sido 2 a 2, 3 a 3. Foi um jogo equilibrado. É automático cuidar mais da defesa depois de abrir 3 a 0, mas aí o Bahia começou a criar chances. A mexida não foi legal, queria mexer na parte física, mas a gente sempre erra”, resignou-se.

Assista aos gols da vitória do Santos sobre o Bahia por 3 a 0

O certo é que, com a vitória, o Santos chegou aos 30 pontos ganhos e manteve-se no terceiro lugar do Campeonato Brasileiro. Antes de enfrentar o Grêmio no próximo domingo pelo torneio de pontos corridos, o time comandado por Levir Culpi receberá na quarta-feira o Flamengo, na Vila Belmiro, precisando reverter uma desvantagem de 2 a 0 para avançar às semifinais da Copa do Brasil.