Em duelo direto contra o Z-4, Chapecoense vence e aumenta crise do São Paulo

ESPN.com.br
Brasileiro: Gols de Chapecoense 2 x 0 São Paulo


O São Paulo segue na zona de rebaixamento. Em duelo direto da parte inferior da tabela, a Chapecoense venceu o time tricolor por 2 a 0 neste domingo, na Arena Condá, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. O clube do Morumbi chegou a incríveis nove partidas consecutivas sem vencer na competição.

Os gols do duelo foram marcados por Túlio de Melo, aos 18 minutos, e Lucas Marques, aos 46, ambos no segundo tempo.


Com o resultado, o São Paulo fica com 12 pontos, provisoriamente na 17ª posição, perdendo a oportunidade de sair da zona de rebaixamento – se vencesse, ultrapassaria a Chapecoense. Os catarinenses, por sua vez, vão a 18 tentos somados e respiram contra a degola, alcançando provisoriamente a 12ª posição.

O primeiro time fora do Z-4 é o Bahia, que tem 15 pontos e ainda joga na rodada contra o Avaí. 

O São Paulo teve muito mais posse de bola no primeiro tempo e criou boas chances, mas não conseguiu balançar a rede. Aos 10 minutos, Jandrei fez sua primeira boa defesa em jogada ensaiada dos visitantes: Cueva cobrou falta para Pratto, que ajeitou para o chute rasteiro de Gómez.

Apesar de ocupar menos o campo de ataque, a Chapecoense levou perigo em bolas paradas e contra-ataques. Aos 18, Seijas bateu falta de longe e acertou a trave de Renan Ribeiro.

Pratto ainda finalizou duas vezes – uma de fora da área e outra de cabeça – mas não venceu o goleiro adversário.

A segunda etapa seguia na mesma toada até que Vinícius Eutrópio fez uma alteração: saiu o jovem Perotti, entrou o experiente Túlio de Melo. Menos de dois minutos após sair do banco de reservas, aos 17, o atacante completou de cabeça a falta cobrada por Diego Renan e abriu o placar: 1 a 0.

Sirli Freitas/Chapecoense
Túlio de Melo saiu do banco de reservas e abriu o placar para a Chapecoense
Túlio de Melo saiu do banco de reservas e abriu o placar para a Chapecoense


Depois do gol, os donos da casa tiveram mais tranquilidade e os pressionados visitantes passaram a errar mais. Dorival tentou mudar, colocando Marcinho, Lucas Fernandes e Denílson nos lugares de Wellington Nem, Cueva e Petros. Entretanto, as mudanças não surtiram o efeito desejado e o marcador seguiu apontando vitória catarinense.

Ainda houve tempo para a Chape ampliar. Já nos acréscimos, Lucas Marques aproveitou bobeada de Júnior Tavares e chutou de longe, fazendo belo gol.

O próximo compromisso do São Paulo é na quarta-feira, quando recebe o Vasco pelo Campeonato Brasileiro. Na outra segunda-feira, volta a jogar em casa, desta vez contra o Grêmio.

A Chapecoense, por outro lado, tem duas partidas como visitante pela frente: enfrenta o Santos na quarta e o Vitória no domingo. 

  • Ficha técnica
ESPN.com.br

FICHA TÉCNICA:
CHAPECOENSE 2 X 0 SÃO PAULO

J: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ); R: R$ 220 290,00; P: 10 742; G: Túlio de Melo 17 e Lucas Marques 46 do 2º; CA: Lucas Marques, Douglas Grolli, Andrei Girotto e Moisés Ribeiro (Chapecoense); Rodrigo Caio e Wellington Nem (São Paulo)

CHAPECOENSE: Jandrei (6,5), Apodi (6,5), Douglas Grolli (6,5), Fabrício Bruno (6) e Diego Renan (6,5); Andrei Girotto (5,5), Moisés Ribeiro (6) (Lourency 14 do 2º (6)); Lucas Marques (7), Luiz Antônio (6) e Seijas (6) (Lucas Mineiro 37 do 2º (s/n)); Perotti (5,5) (Túlio de Melo 15 do 2º (7)). T: Vinícius Eutrópio

SÃO PAULO: Renan Ribeiro (5,5), Bruno (5,5), Rodrigo Caio (6), Arboleda (6) e Júnior Tavares (5); Jucilei (5), Petros (6) (Lucas Fernandes 26 do 2º (5,5)), Jonathan Gómez (5,5) e Cueva (6) (Denílson 27 do 2º (5,5)); Wellington Nem (5) (Marcinho 11 do 2º (5,5)) e Lucas Pratto (6). T: Dorival Júnior