Documentos comprovam que Santos vai pagar R$ 10 milhões de comissão a agentes por venda de Thiago Maia

Diego Garcia, do ESPN.com.br
Ivan Storti/Santos FC
Thiago Maia está de saída para o Lille
Thiago Maia está de saída para o Lille

O Santos vai pagar quase R$ 10 milhões apenas em comissão a empresários por conta da venda do volante Thiago Maia, que fechou com o Lille por 14 milhões de euros (R$ 51 milhões) no último sábado.


É o que mostra um contrato obtido pela ESPN com exclusividade neste domingo, que, somado a parecer publicado em primeira mão pela reportagem na sexta, totaliza comissionamentos de 18% a empresários por conta da transferência. 

Os dois documentos juntos, inclusive, rebatem informações do próprio clube, que tem dito à imprensa e conselheiros que possui 70% da venda do jogador. 

Nesse novo arquivo ao qual a reportagem teve acesso e publica hoje, o presidente Modesto Roma Júnior e o vice César Conforti assinam papelada datada de outubro de 2015 que dá 10% de uma futura venda de Thiago Maia ao grupo do empresário Juan Figer.

Confira, abaixo, o trecho do arquivo que fala sobre a comissão - para ver o documento na íntegra, clique aqui e acesso todo o contrato.

ESPN
Documento mostra que Santos tem que pagar 10% de comissão a empresários, além dos 8% já revelados pela ESPN
Documento mostra que Santos tem que pagar 10% de comissão a empresários, além dos 8% já revelados pela ESPN

Ao valor, soma-se mais 8% de comissão ao agente Giuliano Bertolucci, conforme já comprovou outro documento do próprio Santos, também publicado de forma exclusiva pela ESPN.com.br na semana passada. Esse registro, no caso, é um parecer do Conselho Fiscal do próprio Santos detalhando o acerto.

Apesar de Thiago Maia não ser mais agenciado por Figer, existe uma cláusula que faz com que Bertolucci leve metade desses 10%. 

E é o que mostra o mesmo documento acima revelado nesta segunda. Nele, é estipulado que, em uma futura venda, se outro empresário trouxer a proposta de compra do atleta, os 10% do Grupo Figer são divididos com esse agente.

Ou seja: Bertolucci vai levar 13% de comissão (R$ 6,7 milhões), enquanto Figer mais 5% (R$ 2,7 milhões) - foi o grupo dele, aliás, quem intermediou a renovação de Maia com o Santos, o que reforça seu vínculo ainda mais, conforme mostra outro contrato publicado abaixo:

ESPN.com.br
Figer intermediou renovação de Thiago Maia com o Santos
Figer intermediou renovação de Thiago Maia com o Santos


Thiago Maia, por sua vez, leva 30% do valor (R$ 15,3 milhões), por ser dono dessa porcentagem. 

Já o Santos vai levar 52% (R$ 26,5 milhões).

Desde o começo das negociações de Thiago Maia, o ESPN.com.br vem publicando que o Santos só ficaria com 52% do valor, mas membros da diretoria alvinegra vinham dizendo à imprensa e conselheiros que o clube tinha 70% dos direitos, segundo relatos que chegaram à reportagem.

A ESPN enviou e-mail ao Santos pedindo explicações sobre as informações publicadas acima, mas o clube não se manifestou.

ESPN
Parecer do Santos que acusa 8% de comissão a empresário que trouxe oferta do Lille, no caso Giuliano Bertolucci
Parecer do Santos que acusa 8% de comissão a empresário que trouxe oferta do Lille, no caso Giuliano Bertolucci

Posteriormente, questionado por jornalistas de outros veículos em grupo de WhatsApp da imprensa que cobre o time, o time da Baixada respondeu: "O clube não se manifesta sobre questões contratuais e cláusulas de confiabilidade. Tudo está nos balanços internos do clube".

Thiago Maia fechou um vínculo de cinco anos com o Lille, com salários de 250 mil euros (R$ 914 mil) por mês. Além dele, o time francês está levando o lateral Caju, por empréstimo.