Em 2 anos, Melo e Soares 'fecham' Grand Slam do tênis

Gustavo Faldon, do ESPN.com.br
ESPN
Meligeni e Dadá Vieira analisam legado que Marcelo Melo deixa após título em Wimbledon
Meligeni e Dadá Vieira analisam legado que Marcelo Melo deixa após título em Wimbledon


Quando ganhou Roland Garros em 2015 ao lado do croata Ivan Dodig, Marcelo Melo se tornou o primeiro brasileiro campeão nas duplas masculinas de um Grand Slam em toda a história.  

Pouco mais de dois anos depois, ele, ao lado de seu amigo de infância e também mineiro Bruno Soares, já deram ao país taças de campeão nos quatro Grand Slams do calendário anual do tênis.

Desde o título de Melo em Roland Garros, foram 771 dias até o Brasil “fechar” o Grand Slam.

Em 2016, Bruno Soares venceu o Australian Open e o US Open ao lado de Jamie Murray, irmão do número 1 do mundo em simples, Andy.

Marcelo Melo, exclusivo: emoção, batalha mental e o feito histórico em Wimbledon

E no sábado, Melo venceu Wimbledon para fechar o ciclo

O mineiro agora volta a ocupar o posto de número 1 do mundo nas duplas, assim como fez em 2015 e Soares fez em 2016.