CBLoL: "Melhoramos nossa teamfight com o Rift Rivals", diz esA após empate com a paiN

ESPN.com.br
Riot Games
esA, suporte da Keyd Stars, comenta aprendizado do Rift Rivals
esA, suporte da Keyd Stars, comenta aprendizado do Rift Rivals

Neste sábado (15), na sexta rodada do CBLoL 2017, Keyd Stars e paiN Gaming protagonizaram mais um empate na competição. Mesmo assim, André "esA" Pavezi afirma que sua equipe voltou melhor de sua experiência no Rift Rivals.

Em conversa com o ESPN eSports após a série, o suporte explicou que o torneio contra as equipes da América Latina Norte e América Latina Sul fizeram a Keyd melhorar em alguns aspectos, entre eles a teamfight com o time inteiro. 

"[Eles são] times que lutam muito bem teamfights, algo que estávamos com dificuldade aqui no CBLoL", confessa. "Nossa composição era sempre para 1-3-1, double splitpush, ou a gente deixava só o Yang puxando. mas lá aprendemos a lutar como um time porque eles são times que forçam lutas de 5v5, e tínhamos que estar preparados. Então, acho que aprendemos isso lá. Nos conhecemos melhor como time e agora estamos melhores em teamfights".

A melhoria pôde ser conferida em ambos os jogos da série. No primeiro, apesar de uma demora para a aparição de teamfights, a Keyd conseguiu bater de frente com a paiN Gaming na maioria das lutas, sendo que a bicampeã brasileira estava com uma composição muito focada para teamfights. Entretanto, nem a vantagem da Keyd impediu que a paiN ficasse cada vez mais forte no late game e, após uma decisão ruim no Barão, a Keyd perdeu de virada.

Sobre isso, esA afirma que o erro da Keyd foi não ter sido agressiva logo no início do jogo, que teve seu primeiro abate apenas aos 8 minutos. "No primeiro jogo, a gente poderia ter jogado mais agressivo. Tínhamos composição para isso e poderíamos ter forçado, mas ficamos com um pouco de receio e deixamos eles escalarem muito. Daí chegou num ponto que não tinha mais como ganhar deles", explica.

Já na segunda partida, o progresso da Keyd como time apareceu com mais intensidade, e a composição de Jarvan, Zac, Cassiopeia, Varus e Trundle fez a equipe ser dominante nas teamfights, principalmente com os ganks de Revolta. Assim, a Keyd conseguiu empatar a série com um placar de 14 a 4, aos 34 minutos.

Com o empate, tanto Keyd quanto paiN estão empatadas com 9 pontos e perigam ficar de fora dos playoffs, dependendo não apenas de suas vitórias, como também do resultado de outras disputas.