Fã de Lugano, Aderllan aparece no CT do São Paulo e treina parte física

Agência Gazeta Press
Rubens Chiri / saopaulofc.net
Jogador elogiou bastante o São Paulo
Jogador elogiou bastante o São Paulo

Mais novo reforço da defesa tricolor, Aderllan Santos vestiu o uniforme de treino do São Paulo pela primeira vez nesta sexta-feira. Após realizar exames médicos pela manhã, o zagueiro conheceu a estrutura do CCT da Barra Funda e foi apresentado ao elenco e ao técnico Dorival Júnior.

Do banco de reservas, Aderllan acompanhou o rápido treino tático comandado por Dorival e depois realizou trabalhos físicos no Reffis. Em seguida, voltou ao gramado para assistir à atividade dos reservas em campo reduzido. São-paulino, ele comemora o acerto com o clube do coração.

“Chegar ao São Paulo é a realização de um sonho de infância, porque desde criança torço pelo clube e sempre deixei isso bem claro. Infelizmente não tive condições de ter uma camisa do clube na infância, então com dedicação quero representar bem este manto a partir de agora”, falou, ao site oficial do clube.


“Sou da geração que acompanhou as equipes vitoriosas dos anos 90 e o amor foi crescendo desde então. Mas a conquista que mais me marcou foi a da Libertadores de 2005. Sofri junto com o time e celebrar aquele título foi um momento único”, rememorou, justamente no dia em que aquele título completa 12 anos.

Com 28 anos de idade, Aderllan chega ao Morumbi emprestado pelo Valencia-ESP até dezembro de 2018, com opção de compra ao término deste período. Ao assinar contrato, o atleta garantiu a realização de outro sonho: de jogar com o ídolo Lugano.

“Ele é um dos representantes da geração de 2005. Sempre admirei o Lugano e será muito bom poder aprender com ele. Quero ouvir os conselhos dele e ter uma disputa sadia pela posição, porque respeito muito a história do Lugano”, declarou.

Edu Affonso: Lugano novamente não relacionado, recuperação de Maicosuel e apresentação de Aderllan

Revelado pelo Salgueiro, de Pernambuco, passou pelo Araripina, do mesmo estado, antes de ir à Europa. Em Portugal, ele se destacou no Trofense e no Braga, clube pelo qual conquistou a Taça da Liga. As boas atuações chamaram a atenção do Valencia, que em 2015 o comprou por 9,8 milhões de euros (R$ 34,4 milhões na época).

No Valencia, contudo, o zagueiro não obteve o mesmo sucesso conquistado em terras portuguesas. No clube espanhol, ele contabilizou 43 partidas oficiais e um gol marcado. Agora, Aderllan aguarda ter seu nome publicado no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF para poder estrear com a camisa tricolor.

“Tenho acompanhado os jogos. Quero me adaptar o mais rápido possível para ficar à disposição e tentar ajudar os meus novos companheiros. Temos que sair desta situação na competição. A torcida pode esperar um guerreiro que vai lutar e honrar esta camisa. Representar o São Paulo é um sonho que desejo aproveitar da melhor maneira possível”, encerrou o jogador, que seguirá a programação da comissão técnica antes de se juntar ao grupo nos treinos com bola.