'Se ele sair do coma, não conseguirá andar, comer e nem nos reconhecer', diz irmão de jogador do Ajax

ESPN.com.br
Jovem do Ajax tem mal súbito durante jogo, e amistoso é interrompido

As notícias sobre o jovem meia Abdelhak Nouri, de 20 anos, que teve um mal súbito e desmaiou em campo durante amistoso do Ajax, no último sábado, e acabou tendo "dano cerebral irreversível" constatado na última quinta-feira, são cada vez mais tristes.

Nesta sexta-feira, o irmão do jovem atleta, Abderrahim Nouri, revelou detalhes das conversas que teve com os médicos que estão tratando do atleta e disse que, caso Abdelhak um dia saia do coma, ficará praticamente em estado vegetativo, devido aos graves danos cerebrais causados pela falta de oxigênio após seu desmaio em campo. 

"Os médicos nos disseram que, se ele acordar, não conseguirá raciocinar, comer, caminhar e, provavelmente, não irá nem nos reconhecer", lamentou, ao jornal Algemeen Dagblad.

Abdelhak também afirmou que a família Nouri está se apoiando na religião para passar por esse momento delicado.

"Não nos damos por vencidos. Deus decidirá seu destino. Nossa religião, o Islã, nos ensina a aceitar essas coisas. Apenas rezamos por sua recuperação", ressaltou.

"Cremos que a vida é apenas temporária. A vida eterna vem depois da via mundana. Mas é claro que todos gostariam de tê-lo visto marcar gols e viver seu sonho de ser jogador primeiro", finalizou. 

Segundo informou o clube de Amsterdã, o atleta teve danos cerebrais graves devido ao incidente, apesar de ter recebido socorro rápido e de ter sido levado ao hospital de helicóptero.

"O Ajax lamenta informar que Nouri foi diagnosticado com dano cerebral sério e permanente", informou o time holandês, em suas redes sociais - o meio-campista está em coma desde o sábado.  "Nossos pensamentos e orações estão com ele, familiares e pessoas próximas nessa hora difícil", completou o Ajax.  

EFE/Bart Maat
Jovem torcedor do Ajax anda com camisa de Nouri pelas ruas de Amsterdã
Jovem torcedor do Ajax anda com camisa de Nouri pelas ruas de Amsterdã

O incidente com Nouri aconteceu no sábado, aos 25 minutos do segundo tempo do amistoso contra o Werder Bremen, da Alemanha. O atleta caiu em campo, sozinho, em seguida recebeu longo atendimento médico. Ele foi retirado de helicóptero do estádio e encaminhado para o hospital. 

EFE/Stanley Gontha
Nouri em ação pelo Ajax, em maio
Nouri em ação pelo Ajax, em maio

Mais tarde, o Ajax informou em suas redes sociais que o atleta sofreu uma arritmia cardíaca e que estava em estado "estável" no hospital.  Cinco dias depois, porém, foi constatado o dano cerebral permanente.

O ex-goleiro Edwin van der Sar, atual diretor de futebol do clube de Amsterdã, lamentou a notícia. 

"É a pior notícia possível. É terrível. Sentimos muito pela família e pelos irmãos de Nouri. É um sofrimento impossível de descrever. Estamos todos abalados com essa situação, mas, infelizmente, sabíamos que tínhamos que considerar esse cenário", afirmou.