Com novo atacante, Crefisa ultrapassa barreira dos R$ 120 milhões apenas em reforços para o Palmeiras em 2017

Diego Garcia, do ESPN.com.br
DJALMA VASSÃO/Gazeta Press
Leila Pereira: mais de R$ 120 milhões apenas em reforços em 2017
Leila Pereira: mais de R$ 120 milhões apenas em reforços em 2017

Com a compra do atacante Deyverson, que custou 5 milhões de euros (R$ 19 milhões), a Crefisa ultrapassou incríveis R$ 120 milhões gastos apenas para reforçar o time do Palmeiras em 2017.

Os números representam apenas os gastos da patrocinadora em investimentos nos reforços, sem contar outros valores desembolsados pela patrocinadora alviverde.

Além de Deyverson, que será pago inteiramente pela parceira, a Crefisa também tirou a mão do bolso por outros reforços.

O zagueiro Juninho, por exemplo, tirou 3 milhões de euros (R$ 11 milhões) dos cofres da patrocinadora. Já outros 3,7 milhões  de euros (R$ 14 milhões) foram pela compra de 50% de Dudu junto ao Dínamo de Kiev (UCR), além de mais 2 milhões de euros (R$ 8 milhões) por Fabiano, lateral que veio do Cruzeiro.

Deyverson comemora e manda recado à torcida do Palmeiras: 'Avanti, Palestra!'

Ainda entram nesses valores outros US$ 3 milhões na contratação do meio-campista Guerra e US$ 10,5 milhões por Borja (na soma, R$ 44 milhões, aproximadamente), que vieram do Atlético Nacional-COL, e mais 3 milhões de euros (R$ 11 milhões) por Luan, do Vasco.  Por fim, Bruno Henrique custou 3,5 milhões de euros (R$ 13 milhões).

Além disso, a Crefisa também topou pagar as luvas pelo retorno de Cuca, na casa de R$ 1,5 milhão.

No total, portanto, pouco mais que R$ 120 milhões apenas para reforçar a equipe alviverde na atual temporada.

Com a patrocinadora estampada no peito de sua camisa, o Palmeiras entra em campo nesta quarta-feira, contra o Corinthians, no Allianz Parque, e está 13 pontos atrás do arquirrival na classificação do Campeonato Brasileiro. 

O clube do Palestra Itália também está na briga pelos títulos da Copa Libertadores e Copa do Brasil.