Apesar da vitória, Jair Ventura pede pés no chão aos seus jogadores

Agência Gazeta Press
Getty
Jair Ventura pediu 'pés no chão' ao elenco
Jair Ventura pediu 'pés no chão' ao elenco

Muito feliz com a vitória obtida sobre o Nacional, fora de casa, o técnico Jair Ventura disse que o Botafogo não pode se deslumbrar com o resultado, porque o adversário tem uma equipe de qualidade, e a disputa ainda não acabou.

“A gente tem que ficar com os pés no chão. Nossa vantagem é mínima”, disse.


Na entrevista coletiva, o treinador alvinegro também mostrou satisfação com o gol marcado por João Paulo, o primeiro do jogador com a camisa alvinegra. Jair disse que conversou muito com João Paulo sobre a importância de vestir a camisa 10 e entrar na área adversária, uma vez que o jogador vinha atuando como volante.

“Fico feliz pelo gol. Quando se faz um gol, a gente ganha mais um jogador. A tendência é que agora ele faça mais gols”, afirmou o treinador alvinegro.

Quem também não se deixou contaminar pelo resultado foi o goleiro Gatito Fernández. Ele acredita que a partida de volta será ainda mais difícil, porque o Nacional vai partir com tudo para buscar o único resultado que lhe interessa. E tem uma equipe muito experiente, e o Botafogo vai precisar de muita atenção.

“Temos que fazer o que temos feito na Libertadores. Temos que jogar em casa como jogamos aqui. Ficar concentrado e, na hora que tiver a chance, ampliar nossa vantagem”, projetou.

O goleiro alvinegro levou cinco pontos no joelho esquerdo, no intervalo, depois de se chocar com um adversário, no lance em que o Nacional teve a sua melhor chance durante a partida. Em entrevista ao Sportv, ele explicou o que aconteceu.

“Não sei como foi a pancada. Diminuí em cima do atacante deles, depois eu vi o joelho aberto. Tomei os pontos no vestiário e, graças a Deus, consegui acabar o jogo”, concluiu.