Prass atribui derrota do Palmeiras contra o Barcelona ao azar

Gazeta Press
Reprodução ESPN
Prass acredita que o Palmeiras teve azar contra o Barcelona de Guaiaquil
Prass acredita que o Palmeiras teve azar contra o Barcelona de Guaiaquil

O Palmeiras foi a campo para vencer o Barcelona de Guaiaquil nesta quarta-feira, pela Copa Libertadores, mas recuou na reta final da partida e acabou derrotado. Para o goleiro Fernando Prass, o revés pode ser atribuído ao azar alviverde.

“Do meio para o fim, perdemos um pouco o controle do jogo. Não conseguimos segurar muito a bola. Eles acabaram criando um volume grande e fomos castigados com um gol no fim. Eles contaram com um pouco da sorte e a gente, com um pouco de azar”, afirmou o goleiro.


O gol dos equatorianos saiu aos 46 minutos do segundo tempo. Em ataque pela esquerda, Jonathan Alvez dominou com espaço e bateu firme, a bola desviou em Bruno Henrique, passou no meio das pernas de Thiago Santos e morreu nas redes do Palmeiras.

Apesar do lance de desatenção, Fernando Prass não relacionaou a derrota ao incidente ocorrido com Guerra horas antes da partida. Na ocasião, o filho do venezuelano sofreu um afogamento em São Paulo, e El Lobo imediatamente pegou um avião para a capital paulista.

Cuca admite cansaço do Palmeiras no fim: 'Eles tiveram o controle total nos últimos 15 minutos'

“Claro que é uma situação que não tem como o ser humano deletar. Mas na hora do jogo, com a concentração e a tensão do jogo, é claro que você esquece, pelo menos momentaneamente, o que aconteceu. Agora, depois do jogo vamos procurar saber como está a situação, dar força a ele e para a família e rezar para que tudo termine bem”, completou o camisa 1.