Eurico nega motivação política em protestos: 'Pagaram para pessoas virem na arquibancada'

ESPN.com.br
Reprodução/ESPN
Eurico anuncia Milton Mendes como novo técnico do Vasco
Eurico Miranda deu entrevista coletiva nesta segunda-feira

Após as confusões que ocorreram nas arquibancadas do estádio São Januário durante a vitória por 1 a 0 sobre o Avaí, no último sábado, o presidente do Vasco Eurico Miranda se manifestou. A quatro meses das eleições no clube, torcedores a favor e contra o cartola se desentenderam atrás de um dos gols após gritos de "Fora Eurico" e xingamentos contra o mandatário.

"Pagaram para pessoas virem na arquibancada e entrar com esse tipo de manifestação. Não há nada de período eleitoral. Acham que podem ou possuem o direito de voltar? Eu denunciei lá atrás. Eles foram os responsáveis ao passarem por aqui", disse Eurico, nesta segunda -feira.

"Eu não me sinto nada atingido. Em nada. Absolutamente não me importo com isso. Isso só atinge ao futebol para crescer", bradou.

Eurico utiliza a campanha no Campeonato Brasileiro para defender sua tese.

"Há a campanha para desestabilizar. Não a mim e sim o futebol. Com as dificuldades, estamos com um trabalho de resultado. Quero alguém em plena consciência para analisar. O que justifica no início de um jogo uma manifestação do 'Fora Eurico'?", questionou.

"Estamos no G-6. Qual o propósito dessa campanha de desestibilizar? Depois acaba tendo conflito na arquibancada. Eu não tenho nenhum problema para confrontar isso. Assisto sempre jogo do meu gabinete com meu charuto. O Vasco está na zona da Libertadores. Isso que tem de ser notícia", falou.

O presidente garante que consegue blindar o elenco do Vasco das questões políticas."Isso tudo não chega ao futebol. Te garanto. E eles sabem. Todos sabem quem é o presidente e o que ele representa", disse.

Mendes analisa 'jogo truncado' e destaca melhora tática de Nenê: 'Craque disciplinado'

Ele ainda detonou ex-jogadores que criticaram sua administração. "Não é hora de falar de política. Como analista de TV fala de política partidária? Há interesses. Edmundo, Juninho...", relatou.

Hofman critica ataque do Avaí e diz: 'Para o Vasco, importante foram os três pontos'

Eurico falou também a respeito de bloqueios contra usuários de Facebook que criticaram o clube em sua página oficial."Aqui é privado. Não posso chegar e colocar no Facebook oficial do Vasco para denegrir. Aí entra flamenguista a vontade. Não posso permitir que denigrem o Vasco nas redes sociais. Passamos a ter moderador aqui", explicou.