Vidal se empolga com vitória do Chile na estreia e avisa: 'Viemos para ser campeões'

Efe
Getty
Vidal foi eleito o melhor em campo na estreia do Chile
Vidal foi eleito o melhor em campo na estreia do Chile

O meia chileno Arturo Vidal se empolgou com a vitória da seleção campeã da Copa América sobre Camarões por 2 a 0, na estreia da Copa das Confederações. E já avisou os rivais: o Chile chegou no torneio para ser campeão.

"Era muito importante começar com o pé direito. Nós viemos com um objetivo, que é conquistar o título", garantiu o meia, autor do primeiro gol da 'Roja', em entrevista coletiva concedido logo após a estreia na competição.

Eleito melhor em campo pela Fifa, Vidal aproveitou para elogiar a torcida, que empolgou desde a execução do hino do país, cantado à capela após o corte no sistema de som, até o barulho com a bola rolando.

"Era como estar em casa", afirmou o jogador do Bayern de Munique.

Já o técnico Juan Antonio Pizzi, mostrou descontentamento com o uso do auxílio de arbitragem por vídeo.

"É preciso ter paciência, dar tempo e ser compreensivo. Devemos levar em campo que é um processo experimental", afirmou o comandante da 'Roja', em entrevista coletiva concedida após a partida disputada na Otkrytiye Arena, em Moscou.

O lance questionado pelos chilenos foi a anulação do gol do atacante Eduardo Vargas, validado pelo esloveno Damir Skomina, mas anulado pela equipe de revisão comandada pelo francês Clément Turpin, aos 45 minutos do primeiro tempo.

"O time teve um altissímo nível, tanto individual quanto coletivo, com tabelas e avanços por ambos os lados, mas os jogadores foram para o intervalo com a sensação de que tinham os forçado a empatar", lamentou o técnico, ao avaliar a atuação chilena nos primeiros 45 minutos.