Técnico de Portugal questiona árbitro de vídeo: 'Precisamos ser sérios'

Agência Efe
Ian Walton/Getty Images
Fernando Santos questionou a novidade tecnológica na arbitragem
Fernando Santos questionou a novidade tecnológica na arbitragem

O técnico de Portugal, Fernando Santos, questionou a efetividade do novo sistema de árbitro de vídeo que está sendo testado na Copa das Confederações e que foi responsável por anular um gol do zagueiro Pepe no empate contra o México neste domingo por 2 a 2.

"Se o futebol ganhar com essa nova regra, que ela seja bem-vinda. Mas precisamos ser sérios no uso desta novidade. Não entendo por que pararam o jogo em alguns momentos e em outros não. Depois que marcamos, houve revisão, mas quando eles marcaram, não", criticou o técnico português.

O árbitro argentino Néstor Pitana anulou um gol marcado por Pepe por impedimento aos 20 minutos do primeiro tempo, utilizando as imagens gravas pelas câmeras na Kazan Arena.

No segundo gol de Portugal, marcado por Cédric após erro da defesa mexicana, o juiz pediu mais uma vez que os auxiliares consultassem as gravações ao suspeitar de outro impedimento.

Bruno Alves diz que Portugal tem qualidade para vencer mais torneios e elogia CR7: 'Representa nosso país'

Santos afirmou que em um dos gols do México, um jogador adversário teria feito uma falta. "Mas as regras são assim mesmo", concluiu o técnico.

Autor do segundo gol de Portugal, o lateral-direito Cédric considerou o resultado injusto já que avalia que sua equipe foi mais forte que os adversários na estreia da Copa das Confederações.

Veja imagens da Krasava, a bola oficial da Copa das Confederações 2017

"Fomos objetivamente mais fortes, mais perigosos e organizados. Por isso, estamos decepcionados com o resultado. Era muito importante ganhar na estreia, mas o México é um rival duro", disse o jogador aos jornalistas ao deixar os vestiários. "Claro que fomos mais perigosos, ainda que conhecêssemos as qualidades dos mexicanos", reiterou o lateral.

Na segunda rodada, Portugal enfrenta a Rússia, que venceu a Nova Zelândia por 2 a 0 na estreia, em Sochi.