Seleções, previsões, maldição e Ronaldo: tudo o que você precisa saber sobre a Copa das Confederações

ESPN.com.br*
Getty
Taça da Copa das Confederações
Taça da Copa das Confederações estará em jogo a partir deste sábado

Oito seleções, uma grande favorita, e todas correndo sério risco de sofrer de uma maldição em 2018. E, claro, Cristiano Ronaldo. Sem a presença da seleção brasileira depois de 25 anos, a Copa das Confederações 2017 começa neste sábado, na Rússia, como aquecimento para o Mundial do ano que vem.

A Alemanha, mesmo com o “mistão” de Joachim Low, vai confirmar as expectativas? E Cristiano Ronaldo, conquistará a “cereja do bolo” em seu ano de sonhos? México conquistará outro título e coroará o time de Chicharito? E o Chile, campeão de tudo na América do Sul, dará seu primeiro passo intercontinental?

Para responder essas perguntas, elaboramos um guia da competição. A fórmula de disputa, as sedes, um pouco sobre cada seleção, muitos números, muitas curiosidades e como Cristiano Ronaldo pode coroar um dos anos mais iluminados e vitoriosos que um jogador pode viver.

Tudo para descobrir: quem será o grande campeão? A primeira dica será dada neste sábado, a partir das 12h (horário de Brasília), quando a dona da casa enfrenta a Nova Zelândia, mas a resposta só sai no dia 2 de julho. 

  • A fórmula

Oito seleções divididas em dois grupos. Cada equipe joga contra todos os rivais da chave. Os dois mais bem colocados avançam para as semifinais em cruzamento olímpico, 1º do A x 2º do B, 1º do B x 2º do A. A decisão será disputada dia 2 de julho, em St. Petersburg.

ESPN.com.br
Tela grupos Copa das Confederações

 

  • Raio-X - Grupo A

 

  • Rússia   

- Posição no ranking da Fifa: 63º

- Como se classificou: país-sede

- Participações na Copa das Confederações: 1 (2018)

- Melhor colocação na Copa das Confederações: primeira aparição

- Participações na Copa do Mundo: 11 (incluindo 2018 e aparições como União Soviética)

- Melhor colocação na Copa do Mundo: 4º (1966)

 

  • Nova Zelândia    
  • - Posição no ranking da Fifa: 95º

    - Como se classificou: campeão da Copa da Oceania em 2016

    - Participações na Copa das Confederações: 4

    - Melhor colocação na Copa das Confederações: fase de grupos (1999, 2003, 2009)

    - Participações na Copa do Mundo: 2

    - Melhor colocação na Copa do Mundo: fase de grupos (1982, 2010)

     

  • Portugal    
  • - Posição no ranking da Fifa: 8º

    - Como se classificou: campeão da Eurocopa em 2016

    - Participações na Copa das Confederações: 1

    - Melhor colocação na Copa das Confederações: primeira aparição

    - Participações na Copa do Mundo: 6

    - Melhor colocação na Copa do Mundo: 3º (1966)

    • Cristiano Ronaldo

    • ⚽ Maior artilheiro da história de Portugal, com 73 gols

      ⚽ Está a dois gols do húngaro Sandor Kocsis, o segundo maior goleador da história de seleções europeias (Ferenc Puskás lidera, com 84)

      ⚽ Marcou 12 gols nos últimos seis jogos por Portugal

      ⚽ Busca a “cereja no bolo” de seu ano dourado. Desde maio de 2016, ele foi campeão da Eurocopa, Champions League (duas vezes), LaLiga e Mundial de Clubes da Fifa, além de ser eleito o melhor da Euro, de ganhar a Bola de Ouro e de aparecer no time ideal do ano da Fifa

     

  • México    
  • - Posição no ranking da Fifa: 17º

    - Como se classificou: derrotou EUA por 3 a 2 na Copa Concacaf em 2015

    - Participações na Copa das Confederações: 7

    - Melhor colocação na Copa das Confederações: campeão (1999)

    - Participações na Copa do Mundo: 15

    - Melhor colocação na Copa do Mundo: quartas de final (1970, 1986)

    - Javier Hernández: recentemente ele marcou o seu 47º gol pela seleção e ultrapassou Jared Borgetti como o maior artilheiro do México

     

    • Raio-X - Grupo B

     

  • Camarões    
  • - Posição no ranking da Fifa: 32º

    - Como se classificou: campeão da Copa Africana de Nações em 2017

    - Participações na Copa das Confederações: 3

    - Melhor colocação na Copa das Confederações: vice-campeão (2003)

    - Participações na Copa do Mundo: 7

     

  • Chile    
  • - Posição no ranking da Fifa: 4º

    - Como se classificou: campeão da Copa América em 2015

    - Participações na Copa das Confederações: 1

    - Melhor colocação na Copa das Confederações: primeira aparição

    - Participações na Copa do Mundo: 9

    - Melhor colocação na Copa do Mundo: 3º (1962)

    - Alexis Sánchez: 37 career international goals, T-most all-time by a Chilean (Marcelo Salas)

     

  • Austrália    
  • - Posição no ranking da Fifa: 48º

    - Como se classificou: campeão da Copa da Ásia em 2015

    - Participações na Copa das Confederações: 4

    - Melhor colocação na Copa das Confederações: vice-campeão (1997)

    - Participações na Copa do Mundo: 4

    - Melhor colocação na Copa do Mundo: oitavas de final (2006)

     

  • Alemanha   
  • - Posição no ranking da Fifa: 3º

    - Como se classificou: campeão da Copa do Mundo em 2014

    - Participações na Copa das Confederações: 3

    - Melhor colocação na Copa das Confederações: 3º (2005)

    - Participações na Copa do Mundo: 18

    - Melhor colocação na Copa do Mundo: 4 vezes campeão (1954, 1974, 1990, 2014)

     

    • As sedes

    Quatro cidades serão usadas como sede, e todos os estádios estarão entre os 12 da Copa do Mundo de 2018, todos recém-construídos.

    O St. Petersburg Stadium é o grande protagonista, palco da abertura e da final. O local se tornou a maior dor de cabeça para os organizadores e para a Fifa, já que as obras duraram dez anos, de 2007 a 2017, em meio a denúncias de corrupção, greves, seguidos atrasos. Para piorar, o estádio, localizado no berço político do presidente Vladimir Putin, teve custo astronômico. Segundo a imprensa russa, o valor variou entre US$ 1,1 bilhão (R$ 3,6 bilhões) a US$ 1,4 bilhão (R$ 4,6 bilhões). É indiscutível que o resultado é impressionante, com um estádio imponente, com cobertura retrátil e capacidade para 68 mil pessoas. 


    A Kazan Arena é outra novidade para a Copa das Confederações, que já foi palco de um Mundial, mas de Esportes Aquáticos, em 2015. No torneio que começa neste sábado, receberá duas das partidas mais importantes da fase de grupos, entre Portugal e México, no domingo, e Chile e Alemanha, no dia 22. Para a competição, o estádio, que é apontado como o melhor do país na atualidade, terá capacidade de pouco mais de 45 mil pessoas. Outros jogos que acontecerão pelo torneio serão entre México e Rússia, além de uma das semifinais. 


    O quarto estádio da Copa das Confederações será a Otkrytiye Arena, única representante de Moscou no torneio - na Copa do Mundo, a capital russa também terá o Estádio Luzhniki. Trata-se da casa do Spartak, que já o vem utilizando desde a inauguração, em 2014. Durante a Copa das Confederações, a Fifa decidiu rebatizar o local, como fez em alguns casos na Copa de 2014, no Brasil, e o chamará de Spartak Arena. Além de três jogos da primeira fase, dois da seleção chilena - contra Camarões e Austrália - e o duelo entre Rússia e Portugal, o estádio será palco da disputa do 3º lugar.


    A menina dos olhos de Vladimir Putin é o Estádio Olímpico Fisht, localizado em Sochi, sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014. A instalação recebeu a abertura e o encerramento do evento, marcado por polêmicas com os gastos exorbitantes. O estádio foi totalmente remodelado para receber partidas de futebol, tendo capacidade para 45 mil pessoas. O design moderno, no entanto, foi mantido. O Estádio Olímpico Fisht terá grande momento de destaque em uma das semifinais. Além disso, receberá duas partidas da Alemanha, contra Austrália e Camarões. Outro jogo será o duelo entre México e Nova Zelândia, também pela fase de grupos.

     

    • Previsões

    O Soccer Power Index (SPI) é um índice matemático criado por Nate Silver, referência na área de estatística esportiva. A fórmula, que une dados, números e subjetividade, foi inventada em 2009, pensando na Copa do Mundo do ano seguinte. Desde então, virou uma referência na ESPN, inclusive em outros esportes (para entender detalhadamente, clique aqui, em inglês).

    ESPN.com.br
    Tela SPI grupo A Copa das Confederações
    ESPN.com.br
    Tela SPI grupo B Copa das Confederações
    ESPN.com.br
    Tela chance de campeão Copa das Confederações

     

    • A bola

    Krasava é o nome da bola da Copa das Confederações, lançada em 11 de novembro do ano passado. A expressão é comum entre os torcedores russos para descrever quando um jogador faz um lance decisivo, ou quando um time joga com criatividade e garra.

    Com padrões em vermelho e linhas irregulares que circulam por toda a bola, a Krasava representa o design de um rubi russo e simboliza a bola como a "joia do jogo".

    Veja imagens da Krasava, a bola oficial da Copa das Confederações 2017

     

    • Maldição

    Desde 1997, o campeão da Copa das Confederações não teve sucesso na Copa do Mundo do ano seguinte. Já são cinco edições com a maldição.

    ESPN.com.br
    Tela maldição Copa das Confederações

     

    • Só um campeão

    México é a única seleção na edição 2017 a ter conquistado o título da Copa das Confederações. Foi em 1999, quando a equipe bateu o Brasil na final por 4 a 3. Dos demais participantes, apenas Austrália (1997) e Camarões (2003) chegaram às finais do torneio.

    ESPN.com.br
    Tela títulos Copa das Confederações

    *Com informações do ESPN Stats & Info