Sem Aguero e Pratto, Argentina divulga convocados que atuam no exterior para amistosos

Gazeta Press
Getty Images
Lionel Messi abriu o placar em cobrança de pênalti
Lionel Messi abriu o placar em cobrança de pênalti

A Associação Argentina de Futebol divulgou nesta sexta-feira a primeira lista de selecionados para defender a seleção do país na Austrália, nos próximos dias 9 e 13 de junho, contra Brasil e Cingapura, respectivamente. Sem Aguero, o time albiceleste, que ao que tudo indica deverá ser dirigido por Jorge Sampaoli, contará com novos nomes para essa nova fase. É importante lembrar que apenas jogadores que atuam no exterior foram lembrados nessa lista prévia.

Um dos grandes destaques da convocação argentina desta sexta-feira foi a presença de Icardi. O atacante da Inter de Milão, odiado por muitos jogadores argentinos por questões extracampo, enfim, foi lembrado. Em grande fase no time nerazzurri, ele terá de reconquistar o vestiário após se queimar pela decisão de ficar com a ex-esposa de Maxi López, seu antigo "amigo".

Bertozzi comenta os desafios de Sampaoli na seleção argentina: 'Terá pouco tempo'

Outra novidade no ataque argentino é Alejandro "Papu" Gómez, da Atalanta. Em 35 partidas o jogador balançou as redes em 14 oportunidades e é um dos principais destaques do time que ocupa a sexta colocação do Campeonato Italiano.

Embora não tenha anunciado oficialmente Jorge Sampaoli como novo treinador da seleção principal, a Associação Argentina de Futebol (AFA) está muito próxima de sacramentar a vinda do treinador. Resta à entidade que regula o futebol do país o acerto com o Sevilla, clube que contratou Sampaoli no início da atual temporada europeia.

Sampaoli fala sobre interesse da Argentina: 'Eu não poderia recusar'

Confira a lista de convocados da seleção argentina para os próximos amistosos de junho:

Goleiros: Romero, Guzman e Rulli

Defensores: Mascherano, Mammana, Mercado e Otamendi

Meias: Salvio, Biglia, Banega, Lanzini, Paredes e Guido Rodriguez

Atacantes: Messi, Higuaín, Joaquin Corre, Alejandro Gomez, Icardi, Di Maria e Dybala