Sharapova não pedirá convite e disputará o quali para Wimbledon

Agência Gazeta Press
Reprodução ESPN
Sharapova se prepara para retorno às quadras: 'Quero que minha carreira termine sob meus termos'
Sharapova se prepara para retorno às quadras: 'Quero que minha carreira termine sob meus termos'

Nesta sexta-feira, Maria Sharapova, ex-número 1 do mundo e atual 211ª colocada do ranking mundial, anunciou que não pedirá convite para disputar Wimbledon, único Grand Slam do circuito mundial de tênis disputado na grama. A russa disputará o qualificatório para tentar chegar à chave principal.

Recentemente, a organização de Roland Garros, Major realizado no saibro, anunciou que não daria convite para a ex-número 1 do mundo, nem para a chave principal e nem para o quali. Como não tinha ranking na época das inscrições, Maria acabou ficando fora do torneio em Paris.

Porém, após disputar os Premiers de Stuttgart, de Madri e de Roma, Sharapova voltou ao ranking mundial, na 211ª colocação. Dessa maneira, tem condições de disputar o quali de Wimbledon, não precisando de convite para isso. A russa ficou 15 meses afastada do circuito após ser pega no doping.

Que pancada! Marcelo Melo leva bolada de 'fogo amigo' no Masters 1000 de Roma e fica no chão

"Como subi no ranking mundial após meus três primeiros torneios desde que voltei ao circuito, jogarei o qualificatório de Wimbledon e não pedirei um convite", disse a ex-número 1 do mundo em comunicado.

Mania ou pagando aposta? Veja o que a tenista japonesa Rika Fujiwara faz durante os jogos

No Premier de Roma, Sharapova abandonou a partida contra Mirjana Lucic-Baroni, após sentir uma lesão na coxa. A tenista espera voltar a atuar logo. "Já iniciei os tratamentos da lesão que tive, e vou começar minha preparação o mais rápido possível", completou.