Pré-jogo: SKT não será vitima e pode destroçar a Flash Wolves

Felipe Felix/ESPN.com.br
Riot Games
Equipes se encontram pela primeira vez em um jogo de playoffs desde 2013
Equipes se encontram pela primeira vez em um jogo de playoffs desde 2013

Hoje, a partir das 15h, SKT Telecom T1 e Flash Wolves se enfrentam na primeira semifinal do Mid-Season Invitational (MSI). A partida, jogada em série melhor de cinco, era a mais esperada para a etapa que antecede a final da competição, devido à história entre as duas equipes e principalmente a alcunha atribuída a equipe de Taiwan: "Korean Slayers".

Em 2013, no ano em que a SKT conseguiu seu primeiro titulo mundial, a Gamania Bears era vista como a grande potência da competição. Vencendo a competição de sua região a equipe desbancou a Taipei Assassins, campeã mundial em 2012, e se classificou para o Mundial de 2013 como cabeça de chave. Nas quartas de final, enfrentou a sul-coreana debutante em Mundiais, SKT.

Na época a equipe sul-coreana venceu os ursos por dois jogos a um, com direito á um vitória em 27 minutos e muito outplay por parte do único remanescente daquela SKT, o melhor jogador do mundo, Lee "Faker" Sang-hyeok.

No ano seguinte os ursos hibernaram e voltaram como lobos. Hu "SwordArt" Shuo-Jie, Huang "Maple" Yi-Tang, Chou "Steak" Lu-Hsie e Hsiung "NL" Wen-An trocaram de clube e começaram a fundação do que hoje é a Flash Wolves. Coincidentemente, ambos os times não tiveram um bom 2014 e nenhuma das duas equipes conseguiu chegar ao Mundial daquele ano.

Depois de 2013, as duas equipes estiveram bem perto de se enfrentar nas semifinais do Mundial em 2015, mas a derrota dos lobos para a Origen por 3 a 1 adiou o confronto, que ficou para o MSI de 2016, quando a Flash Wolves venceu os dois confrontos contra a SKT na etapa de grupos.

No mesmo ano, Flash e SKT se enfrentaram novamente, no Grupo B do Mundial. Mesmo com a SKT jogando melhor, a Flash conseguiu tirar pelo menos uma partida. Com a derrota e com um empate no mesmo MSI 2016, o placar entre SKT e Flash se encontra 4 a 2 para o time de Taiwan. Não há histórico de confronto entre as equipes em um jogo de playoffs, a não ser o distante 2 a 1em 2013, que no momento vamos desconsiderar.

O momento é agora - a disputa final

Com analistas divididos entre hype e realidade, o confronto entre as duas equipes válido pelo MSI Rio, é o primeiro grande desafio para ambas. De um lado temos a Flash Wolves, que mesmo vencendo a SKT em etapas de grupos, sofreu, e ainda sofre, para vencer outras regiões, um bom exemplo é este MSI.

Do outro temos a SKT, que mesmo estando atrás do placar contra a Flash Wolves, sempre mostrou um jogo mais sólido do que seu adversário. Muitos, inclusive, atribuem as derrotas da SKT perante a Flash Wolves a tradicional queda de desempenho dos coreanos ao ganharem vários jogos seguidos e garantirem o primeiro lugar nas etapas de grupo muito a frente de seus adversários.

Derrotas, vitórias e placares nada importam no momento. SKT e Flash Wolves finalmente irão se enfrentar em uma etapa de playoffs. A grande favorita é com certeza a equipe três vezes campeã mundial que, ressalto aqui a minha opinião, tem sua escalação mais agressiva.

Tendo Han "Peanut" Wang-ho e Heo "Huni" Seung-hoon sempre ávidos por lutas e abates, a SKT dominou a liga coreana - LCK - e cominou a etapa de grupos do MSI na primeira colocação, com oito vitórias e duas derrotas. Já a Flash Wolves, vem com os já experientes Maple e SwordArt - juntos desde a época de ursos - e o novato Lu "Betty" Yu-Hung. Com isso a equipe tropeçou um pouco mas em um desempate com a TSM conseguiu ficar na quarta colocação.

O momento do time de Faker e Peanut é com certeza melhor e sem sombra de dúvida essa partida tem um gosto especial para o melhor do mundo, que é extremamente competitivo. Avaliando como as duas equipes jogam veremos agressividade de ambos os lados, principalmente na selva. Peanut e Hung "Karsa" Hau-Hsuan possuem um estilo de jogo extremamente similar, priorizando Graves e Lee Sin, ou qualquer outro caçador que possa se movimentar de maneira rápida pelo mapa e que tenha forte presença em todas as etapas do jogo.

Assim como na selva, a rota inferior pode definir a partida. Bae "Bang" Jun-sik e Lee "Wolf" Jae-wan são melhores que SwordArt e Betty e, como dupla, são mais experientes. O atirador da Flash Wolves começou a jogar na posição neste ano e até 2016 era caçador da equipe secundária dos lobos, a Flash Husky. Em cima da dupla de Taiwan, os coreanos podem variar seus campeões, mas o estilo de jogo seguro, com Wolf colocando agressividade contra a dupla adversária, vai marcar presença.

A certeza aqui é que se as partidas não pegarem fogo logo no inicio, mas a partir dos quinze minutos de jogo vamos ver inúmeras lutas por objetivos, sejam torres ou dragões, e inúmeras tentativas de erros forçados dentro da selva adversária.

Riot Games
Flash Wolves terá a dura missão de parar a ofensividade da SKT
Flash Wolves terá a dura missão de parar a ofensividade da SKT

Sobre picks e bans, a possibilidade dos dois times correrem atrás dos mesmos campeões é grande. O estilo das equipes é bem parecido e, como já comentado, Karsa e Peanut são os mais agressivos e funcionam como motor no jogo. Tendo isso em mente, Lee Sin será a grande prioridade dentro desta partida, o campeão não deve puxar um ban, entretant,o não me surpreenderia se em uma terceira ou quarta partida o time do lado vermelho tirasse o campeão do jogo.

Outro campeão que será bem disputado é duquesa iluminada, Karma. A personagem é um pick flex, que pode ser jogado tanto no meio quanto de suporte na rota inferior, e isso pode complicar o draft da Flash Wolves. Portanto, a equipe poderá banir o campeão logo de cara ou tentar priorizar ele para que nenhuma confusão aconteça. Assim como Karma, a yordle fada - Lulu - entra nessa lista. No atual pacth da competição - 7.9 - a campeã ainda não foi nerfada e sua presença de rotas, assim como seus escudos em lutas, estão muito fortes. Além disso, ela também pode ser um pick flex e confundir o draft, principalmente da SKT. Então, com certeza veremos Lulu escolhida ou banida no jogo.

Na rota do meio ou no topo, para ambos os lados, o famoso brincalhão trapaceiro Fizz deve aparecer. Sendo outro pick flex muito forte, as duas equipes já utilizaram o campeão com sucesso e junto a uma escolha de Lee Sin, ou até mesmo Graves ou Elise, ele pode ajudar a ditar o ritmo de jogo de uma maneira insana.

Na rota inferior a Flash Wolves deve vir com algum atirador de utilidade, como Ashe, Varus, Jhin, ou quem sabe um Ezreal, para que a etapa de rotas corra menos riscos. O suporte, SwordArt, também vai tentar algum campeão que possa jogar mais seguro, mas que também seja "play maker", então, Karma e Lulu entram na festa, assim como Nami e Malzahar.

Na mesma rota, porém do lado da SKT, reina a versatilidade, a agressividade e a segurança de ser a melhor rota inferior da competição - apesar das trolladas. Bang, atirador da SKT, pode jogar com tudo, portanto, o que irá definir suas escolhas é o plano de jogo de sua equipe e não limitações técnicas.

Depois das escolhas de campões, vamos ao plano de jogo. É aqui que as duas equipes diferem bastante. Utilizando Faker como chamariz, a SKT consegue tirar a pressão na rota inferior e na superior. Entretanto, deixar o meio muito atrás será prejudicial para os coreanos. Dessa forma, Karsa poderá focar meio e outra rota, dependendo dos picks e bans. Acredito que com uma rota inferior mais segura, o caçador da Flash Wolves irá depositar suas fichas no crescimento de Maple e na manutenção da igualdade no topo, com seu companheiro Yau "MMD" Li-Hung contra o famoso Huni.

Acredito que a SKT poderá utilizar Blank pela primeira vez caso a ideia seja controlar a agressividade da Flash Wolves

Acredito que a SKT poderá utilizar Kang "Blank" Sun-gu pela primeira vez caso a ideia seja controlar a agressividade da Flash Wolves. Se optar por manter Peanut em campo, a prioridade será colocar Huni em vantagem e transferir essa diferença positiva para a rota inferior, a fim da primeira torre e do primeiro dragão. Muito mais centrada em controle de objetivo, a SKT confia em seu meio e acaba por largar ele no inicio de jogo. É claro que o cenário pode ser diferente, caso Faker jogue com algum campeão assassino, como Fizz ou Zed. Se esse for o plano, a equipe da Coréia do Sul tentará forçar as rotas laterais. Principalmente o topo, MMD, que se nada der certo, jogará de Nautilus do segundo jogo em diante.

Inclusive, MMD é o jogador menos versátil da Flash Wolves e pode ser engolido contra a SKT. Sempre jogando com tankers e apenas um pick agressivo - Fizz - o jogador vem deixando a desejar, principalmente de Kled, e certamente essa má fase será muito bem explorada.

Palpite final para o dia? Vitória da SKT por três jogos contra um. A fase da Flash Wolves não é das melhores e eles tem pela frente a tri campeã mundial, que não vacila em playoffs. Toda a pompa e descuido dos três últimos dias vai ficar de lado nessa partida e com certeza a SKT chegará a final do MSI 2017.

Após a partida entre SKT e Flash Wolves, o MSI segue no sábado (20), com Team WE e G2 Esports fazendo a segunda semifina, ás 15h, na Jeunesse Arena. A competição chega ao seu fim com os finalistas se enfrentando no domingo (21), também às 15h.