'Fazendo o que pode', Red Bull crê que pode 'bancar a fênix' em 2017 na Fórmula 1

Agência Gazeta Press
Getty
Max Verstappen colocou Red Bull no pódio no GP da Espanha, em Barcelona
Max Verstappen colocou Red Bull no pódio no GP da Espanha, em Barcelona

Com as primeiras alterações em seu carro na temporada, a Red Bull conseguiu voltar ao pódio da Fórmula 1 com o terceiro lugar de Daniel Ricciardo no GP da Espanha, em Barcelona, no último domingo. O chefe da equipe, Christian Horner, está otimista para a volta por cima da equipe austríaca em 2017.

"Só podemos focar em nós mesmos. Estamos fazendo o melhor que podemos com o que temos. Não tenho dúvidas que nosso segundo semestre será melhor que o primeiro", afirmou o dirigente em entrevista ao site da categoria.

Segunda colocada na última temporada atrás apenas da Mercedes, a Red Bull ainda não se deu bem com as mudanças no regulamento da categoria. No atual campeonato, a equipe austríaca é a terceira, mais próxima da Force India, quarta colocada, do que da briga com as líderes Mercedes e Ferrari.

"Sim, nós éramos os grandes, mas demonstramos na última temporada que podemos bancar a fênix. Exatamente um ano atrás, tínhamos os mesmos pontos quando chegamos em Barcelona e conseguimos bater a Ferrari no final. Ninguém esperava aquilo no começo de 2016. Então as coisas mudam rápido. E um dos grandes fatores para nós ficarmos fortes no ano passado foi a melhora no motor em Mônaco", argumentou Horner.

Tetracampeã de maneira seguida entre 2010 e 2013 com quatro títulos do alemão Sebastian Vettel, a Red Bull perdeu o protagonismo para a Mercedes. Em 2017, contudo, liderada pela boa dupla Daniel Ricciardo e Max Verstappen, a equipe conseguiu ser a única a tirar vitórias da soberana alemã.

Victor Martins destaca vitória de Lewis Hamilton e aproximação na disputa pelo título

"Foi uma mudança grande e temos que dizer que a Mercedes e a Ferrari fizeram um trabalho melhor que nós em interpretar e exploras essas regras"?, completou o britânico. Para a temporada atual, a Fórmula 1 promoveu mudanças nas regras de aerodinâmica, deixando os carros mais rápidos nas curvas devido à maior aderência na pista.

Com Sebastian Vettel na frente de Lewis Hamilton no mundial de pilotos por seis pontos, a Fórmula 1 agora viaja para Monte Carlo para o fim de semana do GP de Mônaco, que começa no dia 25 de maio.