Réver tentou combinar empate que classificaria Flamengo, acusa jogador do San Lorenzo

Gazeta Press
Após eliminação na Libertadores, presidente do Fla nega demissões

A eliminação do Flamengo na Libertadores segue rendendo polêmicas.

Nesta quinta-feira, o atacante Nicolás Blandi, do San Lorenzo, algoz dos cariocas após vitória por 2 a 1 em casa, revelou que o zagueiro Réver, capitão rubro-negro, propôs aos argentinos um "jogo de compadres", para que ambos se classificassem.

"O capitão deles me cercou e propôs que empatássemos para que os dois conseguissem a classificação. Mas eu não caí nesta, sabia que era mentira", afirmou, ao canal Fox Sports, o atleta, que concluiu citando o outro duelo da chave, entre Atlético-PR e Universidad Católica, que também valia para a classificação.

Após eliminação do Flamengo, presidente prefere falar de política, não de futebol 

"A gente estava sabendo sobre tudo que acontecia entre Católica e Atlético-PR. Sabia que sairia gols no final deste jogo", finalizou Blandi. Se o San Lorenzo tivesse ficado no empate, em conjunto com o triunfo do Furacão, os argentinos teriam sido eliminados.

Com as vitórias de paranaenses e argentinos, os dois times chegaram a 10 pontos, avançando às oitavas.

'Temos consciência que o trabalho é bom', afirma Bandeira de Mello depois de eliminação

O Flamengo ficou com nove, em 3º lugar. Assim, a equipe de Zé Ricardo está fora da Libertadores, entrando na Sul-Americana.

Campeão carioca, o Rubro-Negro sofreu o primeiro baque na temporada. O time entrou no ano com muitas expectativas, após boa campanha no último Brasileiro e com os reforços que chegaram, como o volante Rômulo e o meia Conca.

Depois de eliminação, jogadores do Flamengo desembarcam e ninguém fala com imprensa, veja