Já ídolo, promessas e de saída: o que fizeram até agora os reforços do São Paulo da era Ceni

ESPN.com.br
Affonso relembra respaldo de Juvenal a Muricy e diz: 'Não vejo o Leco tão fechado com o Rogério'

O São Paulo contratou, para reforçar seu elenco nesta temporada, 10 jogadores além do próprio treinador, Rogério Ceni.

Destes, apenas dois são para o sistema defensivo, maior alvo de críticas da equipe. Já o meio campo, recebeu três adições enquanto o ataque, setor mais elogiado e também mais recheado, soma cinco novos atletas.

Além disso, 60% de todos que chegaram para o plantel de Ceni vieram por empréstimo temporário.

Passados mais de cinco meses desde o início do ano, alguns destes atletas já caíram nas graças da torcida, alguns ainda são jovens e querem provar seu valor, mas alguns mal chegaram e já correm risco de deixar o clube.

O ESPN.com.br fez um levantamento mostrando como foram os primeiros meses de trabalho de cada um dos 10 atletas recém chegados.

  • Defensores

Sidão

Sidão chegou do Botafogo para brigar pela posição que até 2015 era ocupada por Rogério. Começou o ano como titular no gol do São Paulo, contudo uma lesão ainda em março o afastou dos gramados e, desde então, o camisa 12 não conseguiu recuperar seu espaço.

Aos 34 anos, o arqueiro atuou em sete jogos, sendo cinco vitórias e com apenas 14 gols sofridos.

Gazeta Press
Sidão, em treino do São Paulo
Sidão, em treino do São Paulo

Edimar

O lateral Edimar está emprestado pelo Cruzeiro até o final do ano. No clube paulista desde o final de março, o jogador de 30 anos já ficou no banco de reservas em nove ocasiões, mas não teve nenhuma chance para mostrar seu futebol dentro de campo.

Érico Leonan/saopaulofc.net
Edimar, novo reforço do São Paulo
Edimar, novo reforço do São Paulo
  • Meias

Jucilei

Com 29 anos, Jucilei viveu grande momento no rival Corinthians entre 2009 e 2011. Veio ao São Paulo por empréstimo junto ao Shandong Luneng, da China, e seguirá até o final de 2017.

Uma das principais peças do meio-campo de Rogério Ceni, sofreu um pouco no começo de seu trabalho, mas se firmou como titular da equipe e já soma 15 aparições. Mesmo atuando em apenas quatro vitórias e sete empates, o camisa 25 é um dos poucos do elenco salvo das críticas do torcedor.

Jucilei fala sobre Rogério Ceni: 'Acredito muito no seu trabalho, está faltando um pouco de sorte'

Cícero

Já conhecido de Rogério Ceni, Cícero volta ao clube paulistano depois de cinco anos. Na atual temporada, já entrou em campo 20 vezes e balançou as redes quatro vezes.

Recentemente, se envolveu em uma polêmica envolvendo o treinador, mais tarde desmentida pelo atleta. Aos 32 anos, o meia vem sendo escalado como segundo volante e, apesar de ter participado em 11 vitórias, não joga desde março, por problemas de saúde e opções técnicas.

Cícero explica 'caso prancheta' e nega atrito com Ceni

Thomaz

Com 31 anos, Thomaz veio do Jorge Wilsterman como reforço de emergência para ser alternativa ao camisa 10 Cueva.

Pela equipe brasileira, fez oito partidas e marcou apenas um gol. Venceu três jogos e perdeu outros três. Mesmo não sendo titular (começou jogando apenas em uma ocasião), é uma das primeiras opções do técnico no decorrer da partida.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Novo comandado de Rogério Ceni, Thomaz diz chegar no auge
Novo comandado de Rogério Ceni, Thomaz diz chegar no auge
  • Atacantes

Neilton

Neilton chegou do Cruzeiro no início da temporada, em negociação que envolveu o volante Hudson, do São Paulo.

O jovem de 23 anos já jogou nove partidas, mas não marcou um gol sequer. Enquanto o volante que foi ao clube mineiro se encontra em boa fase, o atacante jogou apenas uma partida inteira no ano e já tem sua saída especulada.

Gazeta Press
Neilton, em treino do São Paulo, no CT da Barra Funda
Neilton, em treino do São Paulo, no CT da Barra Funda

Wellington Nem

O atacante de 25 anos é desejo antigo da diretoria do São Paulo, que em 2017 conseguiu trazê-lo por empréstimo junto ao Shaktar Donetski até o fim da temporada.

Um dos reforços mais esperados de Rogério Ceni, sofreu com lesões - a mais recente, em abril, da qual ainda está se recuperando - e conseguiu fazer 13 partidas, não tem nenhum gol e foi expulso uma vez.

Rubens Chiri/SPFC
Wellington Nem se lesionou na semifinal do Campeonato Paulista
Wellington Nem se lesionou na semifinal do Campeonato Paulista

Lucas Pratto

Se fosse para o torcedor escolher uma contratação, esta provavelmente seria Lucas Pratto. Aos 28 anos, o centroavante da seleção argentina chegou do Atlético-MG em negócio de mais de R$ 22 mi.

Participou de 14 jogos e marcou 7 vezes, dividindo o comando do ataque de Ceni com Gilberto. "Pé quente", Pratto não perdeu nenhuma partida na qual balançou as redes.

Com Pratto como garoto propaganda, São Paulo anuncia novos patrocínios; veja

Morato

Chegando por empréstimo junto ao Ituano, Morato reforçou o elenco apenas em abril deste ano.

Com 24 anos, ele fez um bom Campeonato Paulista no o clube do interior, com dois gols. No São Paulo, jogou apenas uma partida, contra o Cruzeiro no Mineirão, pela Copa do Brasil, mas não conseguiu balançar as redes.

SERGIO BARZAGHI/Gazeta Press
Marcinho e Morato foram apresentados junto no São Paulo no São Paulo
Marcinho e Morato foram apresentados junto no São Paulo no São Paulo

Marcinho

Finalmente, Marcinho, de 21 anos, foi anunciado no dia 10 de abril, também após bom Campeonato Paulista, pelo São Bernardo, e Ceni coloca nele esperanças de um jovem promissor.

Teve sua primeira chance na última partida contra o Cruzeiro, na qual teve um bom desempenho, mas não conseguiu impedir a derrota por 1 a 0 do São Paulo, clube no qual ficará até o final da temporada.