Algoz de Bia Haddad, Pliskova enfrentará Barthel na final em Praga

EFE
Aaron Gilbert/Icon Sportswire via Getty
Krystina Pliskova enfrentará Barthel na final em Praga
Krystina Pliskova enfrentará Barthel na final em Praga

A tcheca Kristyna Pliskova garantiu vaga nesta sexta-feira na final do WTA International de Praga, ao vencer a letã Jelena Ostapenko, e vai encarar na decisão do título a alemã Mona Barthel, que derrotou a tcheca Barbora Strycova.

Algoz da brasileira Bia Haddad Maia nas quartas de final do torneio, Pliskova levou a melhor, por 6-4 e 6-2, sobre uma Ostapenko que teve que jogar duas partidas hoje, já que mais cedo retomou o duelo com a croata Ana Konjuh pela fase anterior. Já Barthel surpreendeu Strycova, terceira cabeça de chave, com parciais de 3-6, 6-2 e 6-3.

Esta será a primeira final para ambas em 2017 e marcará o terceiro confonto entre Barthel e Pliskova, além de desempatar a disputa, pois a alemã venceu em 2011, no Bronx (EUA), e a tcheca ganhou em Doha (Catar) neste ano.

Pliskova tem um título de simples na carreira em torneios da WTA (Tashkent, em 2016), e Barthel foi campeã em três ocasiões (Bastad 2014, Paris 2013 e Hobart 2012).

Pavlyuchenkova e Schiavone vão à final em Rabat

A russa Anastasia Pavlyuchenkova, primeira cabeça de chave, e a veterana italiana Francesca Schiavone venceram seus duelos pelas semifinais do WTA International de Rabat nesta sexta-feira e vão decidir o título no sábado.

Pavlyuchenkova avançou à decisão do torneio disputado no Marrocos ao derrotar a italiana Sara Errani por 6-4 e 6-0, conseguindo assim sua quarta vitória em seis confrontos entre as duas tenistas.

Por sua vez, Schiavone, de 36 anos e que participa da disputa em Rabat com um convite dos organizadores, bateu a americana Varvara Lepchenko por 7-5 e 6-4 (segunda vitória em quatro duelos entre ambas).

Pavlyuchenkova e Schiavone se enfrentaram em sete ocasiões, com quatro vitórias para a russa, incluindo nos últimos três duelos, mas nunca duelaram em uma final.

Neste ano, a russa disputou uma decisão, em Monterrey, no México, e conquistou o nono título de simples na carreira em torneios WTA.

Schiavone também chega a sua segunda final em 2017. Em abril, ela derrotou a espanhola Lara Arruabarrena em Bogotá, na Colômbia, e chegou a seu oitavo título de simples.