Prass diz que 'vontade era de descer a porrada' em confusão e brinca com Borja 'paradão'

ESPN.com.br com Gazeta Press
Divulgação
Fernando Prass e Felipe Melo celebram vitória do Palmeiras antes da confusão com Peñarol
Fernando Prass e Felipe Melo celebram vitória do Palmeiras antes da confusão com Peñarol

O goleiro Fernando Prass foi um dos protagonistas da confusão que marcou o jogo entre Palmeiras e Peñarol, disputado na noite de quarta-feira. Experiente, o camisa 1 pensou nas consequências de entrar na briga e precisou se conter no Estádio Campeón del Siglo.

"Você tem que ter muita frieza para não revidar, porque a vontade que tinha é de sair socando três, quatro e descer a porrada mesmo. Mas não dá para fazer isso, porque pode tomar não sei quantos jogos (de suspensão). Eles vão tomar também, mas estão fora da Libertadores. Você toma e perde uma sequência", disse Prass à TV Globo.

Ameaçados de punição severa da Conmebol, organizadora da Copa Libertadores, os uruguaios vêm apontando o volante Felipe Melo como culpado pela confusão. Logo em sua apresentação como jogador do Palmeiras, o atleta disse que daria "tapa na cara de uruguaio" caso necessário.

Para Fernando Prass, as palavras de Felipe Melo não servem como explicação para a confusão ocorrida em Montevidéu. "É óbvio que eles usam muito a frase do Felipe como argumento e pode ter sido um gatilho, mas nada justifica", comentou o goleiro.

Prass detalha confusão com elenco do Peñarol: 'Tomei dois, três socos'

Em uma imagem que se popularizou na internet, Fernando Prass é cercado por três jogadores do Peñarol logo após a partida, enquanto o centroavante colombiano Miguel Borja caminha pelo gramado. Sorrindo, o goleiro contou que abordou o assunto com seu companheiro.

"Já mostrei (a foto a Borja). Ele disse que confiava em mim (risos). Ele falou: ‘Você estava bem, não precisava de ajuda'", disse Prass. O atacante Willian também falou sobre o episódio: "Ele falou que achava que o Prass era bom de porrada", contou, sorrindo.

Prass ironiza capitão do Peñarol e rebate supostos problemas no ambiente: 'As pessoas são oportunist

Às 21h45 (de Brasília) desta quarta-feira, na cidade boliviana de Cochabamba, o Palmeiras enfrenta o Jorge Wilstermann. Líder do Grupo 5 com 10 pontos ganhos, o time alviverde precisa apenas de um empate para se classificar às oitavas de final no primeiro lugar de forma antecipada.