Com forte jogo coletivo, Bulls dominam Celtics, vencem e abrem 2 a 0

ESPN.com.br
Veja os melhores momentos de Boston Celtics 97 x 111 Chicago Bulls

Com uma sólida atuação coletiva e sob a batuta de Rajon Rondo, o Chicago Bulls dominou o Boston Celtics nesta terça-feira, em duelo disputado no TD Garden. Superior durante toda a partida, o Chicago Bulls não deu a menor chance para o adversário e venceu por 111 a 97, abrindo 2 a 0 na série melhor de sete jogos, pela primeira rodada dos playoffs da NBA.

O terceiro encontro entre as equipes vai acontecer na sexta-feira, agora com mando do Chicago Bulls. Já o quarto embate está programado para o domingo. Se conquistar as duas vitórias em casa, o Chicago Bulls fechará a série.

No duelo desta terça-feira, o time visitante controlou o anfitrião desde o início. Tanto que os Bulls triunfaram nos quatro quartos do jogo. O Chicago contou com uma atuação coletiva bastante consistente, enquanto o Boston Celtics encontrou muitas dificuldades para barrar o ritmo de jogo do rival.

Felício enterra, e Rômulo Mendonça solta: 'Boom, boom, shakalaka! É do Brasil!'

Rajon Rondo, ex-jogador dos Celtics, teve grande atuação nesta terça, ditando o jogo pelos lados dos Bulls. Rondo terminou a partida com 11 pontos, 9 rebotes e 14 assistências, além de 5 roubos de bola. Jimmy Butler também estava inspirado, contabilizando 22 pontos, 8 rebotes, 8 assistências, 4 roubos de bola e 2 tocos. Dwyane Wade, por sua vez, encerrou o duelo com 22 pontos, 4 rebotes e 2 assistências, enquanto Robin Lopez contribuiu com 18 pontos e 8 rebotes. O brasileiro Cristiano Felicio atuou por 15 minutos, ajudando a equipe com 4 pontos e 3 rebotes.

Dueto: Rajon Rondo faz ligação direta com Jimmy Butler, que faz a cesta

Pelos lados do Boston Celtics, Isaiah Thomas foi o cestinha com 20 pontos, além de 4 rebotes e 2 assistências. Jae Crowder também tentou conduzir a equipe, encerrando o embate com 16 pontos, 3 rebotes e 4 assistências. Já Marcus Smart anotou 13 pontos e apanhou 8 rebotes, mas o Boston Celtics viu a sua situação se complicar na pós-temporada com mais uma derrota em casa.