Na mira de Chelsea e United, artilheiro da Premier League só deixará Everton por R$ 388 milhões

ESPN.com.br
Getty
Romelu Lukaku durante treino do Everton: 24 gols na atual edição da Premier League
Romelu Lukaku durante treino do Everton: 24 gols na atual edição da Premier League

O atacante belga Romelu Lukaku revelou há algumas semanas que não pretende renovar seu contrato com o Everton. O clube, no entanto, não vai liberá-lo facilmente.

De acordo com o jornal Liverpool Echo, a diretoria estipulou que o jogador de 23 anos - artilheiro da Premier League com 24 gols - só sairá quando um time chegar e pagar 100 milhões de libras (R$ 388 milhões) por ele.

As negociações para a renovação do contrato (que acaba em 2019) emperraram exatamente na cláusula de rescisão, pois Lukaku gostaria que ela ficasse entre 60 e 70 milhões de libras, mas o Everton não aceitou.

Assista aos gols da vitória do Everton sobre o Burnley por 3 a 1

Afinal, tal valor Chelsea e Manchester United - os dois principais interessados em contratá-lo - seriam capazes de pagar; já 100 milhões de libras, os assusta.

Além disso, o belga quer atuar por uma equipe que dispute a Liga dos Campeões da Europa, o que o Everton está distante de conseguir (hoje é o sétimo do Inglês).

Lukaku imparável, falta de Alexis Sánchez e gol olímpico nos golaços do final de semana

O técnico Ronald Koeman afirmou que o jogador ex-Anderlecht, Chelsea e West Bromwich tem que "respeitar" os dois anos que lhe restam de vínculo.