Maradona detona jogadores da Argentina por desprezo a Batistuta: 'Deu vontade de chorar, até meu neto o conhece'

ESPN.com.br
'Metade nem me deu bola', Batistuta reclama de indiferença da seleção argentina

Na última quinta-feira, causou perplexidade na Argentina uma entrevista do ex-atacante Gabriel Batistuta, que revelou que foi ignorado pelos atletas quando resolveu fazer uma visita recente a um treinamento da seleção Albiceleste.

Nesta sexta, Diego Maradona, maior jogador argentino de todos os tempos, saiu de defesa de "Batigol" e detonou a atual geração de atletas que representam o país.

Segundo o "D10S", o desrespeito ao segundo maior artilheiro da seleção argentina, com 54 gols em 77 partidas, é revoltante.

"Fiquei com vontade de chorar quando li o que Batistuta contou. Até meu neto Benjamín [filho do atacante Sergio Aguero] sabe quem ele é", disparou Maradona, em entrevista ao programa "De fútbol se habla así".

Há 10 anos, Gabriel Batistuta pendurava suas chuteiras; relembre gols do argentino

"É inadmissível que alguns jogadores não o cumprimentaram. Mas, para mim, também é culpa do técnico, porque deveria ter explicado a eles quem foi Batistuta e o que representou para nós", completou o ex-camisa 10.

Claudio Villa/Getty Images
Batistuta Treino Fiorentina 26/05/2016
Batistuta na Itália, em maio de 2016

Batistuta, porém, garantiu que não ficou chateado, e disse que os jogadores talvez não conheçam seus feitos no futebol.

"Entendi como algo de geração, porque eu estava no meio de moleques que não me conhecem muito bem. Claro que eu gostaria que eles tivessem me cumprimentado, mas não porque sou quem sou, mas porque também estive na mesma situação deles, jogando e vivendo esse ambiente", explicou.

Edmundo exalta Batistuta: 'Depois do Evair, foi o cara que mais gostei de jogar junto'

"Mas não vou criar caso. Sei que eles não foram ajudados em nada pelos dirigentes que estavam no comando até há pouco. Não vejo qualquer tipo de reconhecimento aos ex-jogadores. Ninguém sabe o que eles fizeram, porque ninguém conta para os jogadores de hoje", ressaltou.