Após United, Manchester City também é acusado pela Federação Inglesa por 'má conduta'

AFP
Nick Potts/PA Images/Getty Images
Atletas do Manchester City reclamam com o árbitro Michael Oliver
Atletas do Manchester City reclamam com o árbitro Michael Oliver

O Manchester City foi acusado pela Federação Inglesa de Futebol por não conseguir controlar seus jogadores no empate por 1 a 1 com o Liverpool neste domingo, pela Premier League. Os atletas cercaram o árbitro Michael Oliver quando ele marcou um pênalti para os rivais.

Esse mesmo árbitro gerou muita reclamação dos atletas do outro time da cidade, o Manchester United, na eliminação para o Chelsea nas quartas de final da Copa da Inglaterra na última semana. Os protestos dos jogadores do lado vermelho de Manchester renderam R$ 76 mil em multas ao clube.

Michael Oliver deu um pênalti para o Liverpool aos cinco minutos da segunda etapa, quando julgou que o lateral francês Gael Clichy fez falta no atacante brasileiro Roberto Firmino.

Assista aos melhores momentos do empate por 1 a 1 entre City e Liverpool

"Alegamos que por volta do 5º minuto do segundo tempo, o clube falhou em assegurar que seus atletas tivessem condutas de maneira ordenada", afirmou a federação.