Com 1º tempo elétrico, Messi vence Diego Alves de novo, Barça bate Valencia e segue na caça ao Real

ESPN.com.br
Assista aos gols da vitória do Barcelona sobre o Valencia por 4 a 2

Entre vacilos e mais uma batalha vencida por Lionel Messi contra o goleiro Diego Alves, o Barcelona venceu o Valencia por 4 a 2 na noite deste domingo, pela 28ª rodada do Campeonato Espanhol, e segue na caça ao líder Real Madrid. O camisa 10 do Barça fez dois gols, enquanto Suárez e André Gomes fizeram os outros. Mangala e Munir marcaram para a equipe visitante.

Com o placar, o time catalão chega a 63 pontos e está na segunda posição, a dois do Real - o time da capital espanhola tem um jogo a menos.

Na partida, Messi confirmou Diego Alves como sua vítima favorita e chegou a 23 gols contra ele. Nenhum outro goleiro sofreu tantos gols do craque do Barça como o brasileiro.

Neymar, que busca seu centésimo gol pelo time catalão, parou no compatriota e na trave.

As duas equipes voltam a campo no dia 2 de abril, domingo. O Barcelona enfrenta o Granada, enquanto o Valencia encara o Deportivo La Coruña.

Assista aos melhores momentos da vitória do Barcelona sobre o Valencia por 4 a 2
  • Mangala e Valencia: bom trabalho e vacilos

O Barcelona dominou a partida ao seu modo. Novamente com três zagueiros, o time apostava na troca de passes e aproximação pelo chão. O Valencia adotou uma postura mais prudente: se fechava bem na defesa e tentava sair rápido e com passes em profundidade.

E o time visitante abriu o placar em lance de bola parada. Em escanteio conquistado após contra-ataque, Mangala ganhou de Rakitic e subiu bonito para cabecear e fazer 1 a 0.

O trabalho quase perfeito na defesa foi perdido em questão de minutos. Aos 34, Neymar cobrou lateral rapídamente, Suárez aproveitou e bateu rasteiro para empatar. Vacilada da defesa, esperteza do time catalão. Aos 44, Mangala puxou Suárez dentro da área, levou o segundo amarelo e foi expulso. Na cobrança de pênalti, Messi venceu Diego Alves e virou a partida.

Luis Enrique satisfeito e Iniesta ainda acreditando em título: 'Obrigação é continuar lutando'
  • Vacilo do Barça

Com um a mais, o trabalho fica mais fácil, certo? Bom, na teoria. Isso porque logo depois da saída de bola do Valencia, o Barcelona vacilou. José Gaya apareceu nas costas de Rakitic e passou para Munir. No meio da área, o atacante - que ainda pertence ao time catalão - chutou e empatou.

  • Messi decide
Neymar bate falta e a bola explode na junção da trave com o travessão

Na segunda etapa, o desenho do jogo ficou claro em poucos segundos. O Valencia colocou os nove jogadores de linha na frente da área, enquanto o Barcelona passou a rodar a bola, à procura de um espaço. Aos cinco minutos, a brecha apareceu.

Messi recebeu dentro da área do lado direito, se livrou da marcação e bateu forte de direita para balançar as redes e fazer o terceiro.

O Barcelona seguiu em cima e só foi ameaçado de fato uma vez, quando Munir conseguiu escapar em contra-ataque - Piqué, porém, conseguiu o desarme na hora certa. No fim, André Gomes fez o primeiro dele pelo time catalão. E justamente contra a sua ex-equipe.