Diretor do São Paulo, sobre caso Victor: 'Problema entre Grêmio e Atlético-MG. Não temos nada a ver'

Marcus Alves, do ESPN.com.br
Gazeta Press
O goleiro Victor está no centro de briga entre Grêmio e Atlético-MG
O goleiro Victor está no centro de briga entre Grêmio e Atlético-MG

O São Paulo foi notificado para informar os detalhes da primeira parcela de R$ 10,5 milhões da compra do argentino Lucas Pratto junto ao Atlético-MG e, conforme adiantado pelo ESPN.com.br, afirmou ter efetuado o pagamento na última segunda-feira. Em ação na Justiça, o Grêmio tenta pôr fim à dívida dos mineiros na transferência do goleiro Victor que se arrasta desde 2012.

O tricolor gaúcho conseguiu vitória na 17ª Vara Cível de Porto Alegre e pretendia bloquear o dinheiro em conta do Banrisul.

Como o depósito financeiro foi feito antes do despacho, acabou não sendo possível. Agora corre o risco de ter de aguardar as próximas duas parcelas em abril e julho, respectivamente, para resolver a situação.

O time comandado por Rogério Ceni quer se afastar de qualquer controvérsia.

"É um problema entre Grêmio e Atlético-MG. Não temos nada a ver com isso", disse o diretor jurídico do clube, Roberto Soares Armelin, ao ESPN.com.br.

"Recebemos a notificação (nesta quinta-feira). Já havíamos feito o pagamento. É uma questão de mercado. O São Paulo cumpre decisão judicial. Se tiver uma decisão nesse sentido, seguiremos o que for relatado", prosseguiu.

Grêmio diz que Atlético-MG não aceita conversar sobre dívida: 'Nossa paciência se esgotou'

Na compra de 50% dos direitos econômicos de Pratto, o São Paulo dividiu o pagamento em três parcelas.

A princípio, o diretor jurídico gremista Nestor Hein se mostra tranquilo com o assunto.

"O São Paulo tem que repassar essa informação ao juiz. Fizemos o pedido para penhorar o que estiver nas contas do Atlético-MG. De qualquer forma, fica preservada a segunda parcela para ser colocada ao Grêmio", explicou, em contato com a reportagem.

Diretor jurídico do Atlético-MG diz que Grêmio também deve e por isso não há acordo

O goleiro Victor trocou Porto Alegre por Belo Horizonte em junho de 2012. O Grêmio cobra o pagamento de uma das parcelas do acordo, que também incluiu o zagueiro Werley. Segundo a equipe, quando o dinheiro for depositado, será pedida a liberação da fatia de R$ 8,7 milhões supostamente reconhecida pelo Atlético-MG enquanto que o restante permanecerá em disputa.