Coreia do Norte deve participar dos Jogos de Inverno de 2018, na Coreia do Sul

Gazeta Press
Divulgação
Mascotes dos Jogos de Inverno
Mascotes dos Jogos de Inverno

Apesar dos conflitos políticos, a Coreia do Norte deve participar dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018, que terão sede na vizinha Coreia do Sul. Em reunião nesta quarta-feira, o presidente do Comitê Olímpico que organiza a competição declarou que a paz é o que move os Jogos.

"O principio fundamental do olimpismo é a paz. Qualquer pessoa que estiver a favor da paz deve participar e ter o direito de participar. A Coreia do Norte não será uma exceção", disse Lee Hee-beom.

Os Jogos de Inverno serão sediados em Pyeongchang, província da Coreia do Sul, que já foi uma importante zona de guerra entre os dois países. As duas nações estiveram em guerra entre 1950 e 1953, e, tecnicamente continuam, pois os conflitos se encerraram após uma suspensão de hostilidades, e não um tratado de paz.

Além da participação da Coreia do Norte, os Jogos de Pyeongchang também levantam outras polêmicas. A China teria considerado um "boicote" ao torneio, mas, na visão de Lee, isso não deve acontecer. "Os Jogos são os Jogos e não se tratam de política, mas sim de esporte", avaliou.

O evento sofre por conta do momento político do país. Diversos casos de corrupção estouraram nos últimos meses, e alguns patrocinadores dos Jogos deixaram a organização. Os Jogos acontecem entre 09 e 25 de fevereiro de 2018.