Corinthians vence na Justiça e impede busca e apreensão policial no Parque São Jorge

Diego Garcia, do ESPN.com.br
Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Felipe teve boa passagem pelo Corinthians antes de ser vendido
Felipe teve boa passagem pelo Corinthians antes de ser vendido

O Corinthians venceu a empresa Moraes & Gomes Serviços na Justiça, em decisão publicada nesta semana, e com isso impede um mandado de busca e apreensão no Parque São Jorge.

A firma, uma sociedade empresarial limitada com sede em São Paulo, no bairro Vila Gustavo, tinha ingressado, no ano passado, com ação contra o Corinthians buscando acesso às renovações contratuais e à última transação pela transferência do zagueiro Felipe.

Em meio ao processo, a empresa pediu pelo direito de acesso físico a todos os documentos firmados entre Corinthians e Felipe. Com direito até a, se necessário, uso de força policial em busca e apreensão na sede do clube.

A ação corre na 3ª Vara Cível do Foro Regional VIII, no Tatuapé, e teve sua decisão decretada pela juíza Amanda Eiko Sato, ainda em primeira instância.

O zagueiro de 27 anos passou quatro anos no Corinthians. Fez parte do elenco campeão mundial em 2012, foi reserva nos títulos do Paulistão e Recopa 2013 e conquistou a titularidade no Brasileirão do ano passado, vencido pelo clube alvinegro.

Felipe fechou com o Porto um contrato para cinco temporadas e uma cláusula rescisória no valor de 50 milhões de euros (R$ 195 milhões).

622 3b0b6198 65b3 34cf ae6b a836bc3357f6
Carille: 'Esperávamos protestos no final de ano e não aconteceram'

 

Siga aESPNnas redes sociais