Relógios de R$ 310 mil são roubados, e Fifa fica sem 'mimo' para Ronaldo e melhores do mundo

ESPN.com.br
Reprodução
Relógios da linha Big Bang Football seriam entregues aos ganhadores do prêmio
Relógios da linha Big Bang Football seriam entregues aos ganhadores do prêmio. O da foto foi feito para a Copa

Cristiano Ronaldo até voltou para Madri com o prêmio de melhor jogador do mundo, mas acabou ficando sem um ‘mimo' de mais de R$ 310 mil que ganharia da Fifa. A entidade teve seis relógios roubados antes da cerimônia na Suíça e acabou ficando sem presentes a dar aos seis melhores do mundo.

O roubo aconteceu pouco antes da festa. Os relógios eram da marca Hublot, da linha Big Bang Football. Cada um está avaliado em 100 mil francos suíços, algo em torno de R$ 312 mil reais. Como foram seis modelos roubados, o prejuízo chega perto dos R$ 2 milhões. O caso já foi denunciado para a polícia suíça.

Eles seriam entregues para os cinco ganhadores como melhores do mundo: Cristiano Ronaldo, Claudio Ranieri, Carli Lloyd, Silvia Neid e Mohd Faiz Subri. O sexto seria para Diego Maradona, que participou da festa e até apareceu em postagem do Twitter da Hublot.

A Fifa ainda conseguiu improvisar e entregar relógios de modelos diferentes, mas prometeu enviar os ‘certos' nos próximos dias aos ganhadores.