Sem renovação: mais novo da seleção do ano tem 27 de idade, e 6 já passaram dos 30

ESPN.com.br
622 4cf174b0 6a42 3fb5 847b 5f17335ab81d
Eleito melhor do mundo, CR7 cita Messi em discurso de agradecimento e faz comemoração típica

A premiação dos melhores jogadores do mundo na FIFA reuniu a nata do futebol mundial em Zurique, na Suíça. Mas há algo que chama a atenção na seleção dos 11 melhores atletas de cada posição no ano de 2016 feita pela entidade: a falta de renovação entre quem está no topo.

Explica-se: dos 11 jogadores que compõe a seleção, seis deles já passaram dos 30 anos de idade e o mais novo tem 27. Ou seja, nenhum jovem entrou para o esquadrão dos melhores do mundo.

Os escolhidos foram: Neuer (Bayern Munique); Daniel Alves (Juventus), Piqué (Barcelona), Sergio Ramos (Real Madrid) e Marcelo (Real Madrid); Kroos (Real Madrid), Modric (Real Madrid) e Iniesta (Barcelona); Messi (Barcelona), Cristiano Ronaldo (Real Madrid) e Suárez (Barcelona).

Entre os que tê, mais de 30 anos estão: Neuer (30 anos), Daniel Alves (33 anos), Sergio Ramos (30 anos), Modric (31 anos), Iniesta (32 anos) e Cristiano Ronaldo (31 anos). Ou seja, mais da metade da seleção já passou a casa dos 30.

622 1603e60e 2838 3195 9295 95e80db0c0c0
Maradona: 'Jogar futebol faz parte da minha natureza, assim como dormir'

Já aqueles que não chegaram nos 30 são: Piqué (29 anos), Marcelo (28 anos), Kroos (27 anos), Messi e Suárez (29 anos). Ou seja, tirando Kroos, o mais novo desta seleção, todos os outros estão perto da casa dos 30.

Ao calcularmos a média de idade da seleção deste ano, o resultado chega a 29,9 anos, ou seja, beirando os 30. Ano passado, o número era mais baixo, com a média de idade chegando a 28,3 anos. Pogba e Neymar, ainda jovens, ajudaram a baixar a média.

622 4c46b439 c9ed 34d1 ab1a b766c9271a20
Em vídeo, Iniesta explica ausência de jogadores do Barça em premiação da Fifa

E a renovação também não acontece nos nomes. É a sexta vez que Daniel Alves é premiado, repetindo 2009, 2011, 2012, 2013 e 2015. Já Marcelo está pela terceira vez (2012 e 2015). Neuer, Sergio Ramos, Modric, Iniesta, Messi e Cristano Ronaldo também estiveram no ano passado.

Outro aspecto da falta de renovação é e relação à origem dos jogadores. Barcelona e Real Madrid voltaram a dominar a relação dos melhores. Neste ano, só Neuer (Bayern de Munique) e Daniel Alves (Juventus), mas que atuou em metade da temporada no Barcelona, fogem à regra.

622 e751792f 1e04 3692 b7ac 7bcbb63344cf
'Votos amigos' ainda dominam o prêmio de melhor jogador do mundo da FIFA

A história também prova isso. A premiação deste ano aumentou a disputa entre Real Madrid, com cinco eleitos, e Barcelona, com quatro. Na história, o Barça é a agremiação com mais jogadores premiados: 42. Já os merengues tiveram até hoje 29.

Como será daqui para frente, teremos mais renovação na seleção dos melhores do mundo ou a tônica será dos mais experientes, na maioria das vezes entre Real Madrid e Barcelona, continuará sendo dominante? 

Siga aESPNnas redes sociais