Com nova Copa do Mundo, Brasil está dentro até com 'campanha de Bolívia'

ESPN.com.br
EFE/GERMÁN FALCÓN
Seleção brasileira lidera atualmente as eliminatórias
Seleção brasileira lidera atualmente as eliminatórias

O aumento de 32 para 48 seleções na Copa do Mundo a partir de 2026 fará com que a América do Sul deva ganhar mais duas vagas. Logo, ficará muito mais fácil para se classificar ao torneio. Se depender do histórico, há a chance de carimbar o passaporte conquistando somente um terço dos pontos.

No formato atual, em que todos os participantes integram uma chave só, quatro dos dez países que disputam as eliminatórias sul-americanas vão ao Mundial, sendo que o quinto disputa a repescagem. Na nova Copa, pelos planos iniciais da Fifa, os seis melhores colocados estarão garantidos, enquanto o sétimo ainda terá chance de confirmar sua participação.

Para efeito comparativo, a Bolívia foi a sétima colocada nas eliminatórias do Mundial de 2002 com 33% de aproveitamento, devido a uma campanha de quatro vitórias, seis empates e oito derrotas.

Já em 2014, quando houve só nove participantes - o Brasil era país sede e não disputou a fase classificatória -, o Peru alcançou o sétimo lugar com um índice ainda pior. Foram quatro triunfos, três igualdades e nove reveses, o que representou 31% de aproveitamento.

Na atual edição das eliminatórias, o Paraguai ocupa o posto com 42% dos pontos somados, com quatro vitórias, três empates e cinco derrotas. O Brasil, que lidera a competição, tem 75%, graças à campanha de oito triunfos, três igualdades e apenas um revés.

Johan Cruyff e Carlos Albertos Torres são homenageados em premiação da FIFA

Vale lembrar que no atual formato das eliminatórias sul-americanas, que se dá desde o Mundial de 1998, o pior desempenho do Brasil se deu na classificação para a Copa de 2002 - a seleção verde e amarela não disputou a etapa qualificatória em 1998 e 2014. A terceira colocação com 30 pontos conquistados rendeu o aproveitamento de 55,5%.

André Kfouri detona mudanças na Copa do Mundo: 'Atrocidade de maior ordem'