Após ano sofrido, Mano vê Cruzeiro qualificado para reagir em 2017

Gazeta Press
Mano Menezes diz que não existe grupo fechado e avalia: 'Nosso time ficou mais forte'

Há duas temporadas o Cruzeiro passa por problemas: luta contra o rebaixamento e escassez de títulos. Mano Menezes, no entanto, vê elenco bastante qualificado e ressaltou os reforços buscados pela diretoria para justificar uma nova análise sobre a equipe.

"O Cruzeiro já tinha, sem as quatro contratações, um elenco qualificado para ganhar títulos. E nós fomos buscar reforços em posições que tínhamos carências, com base na análise do que vi e da produção da equipe. O Thiago Neves tem característica de todos os meias que temos. E isso dá qualificação. Conquistar ou não um detalhe decide. Mas só é possível o detalhe pro nosso lado se estivermos entre os primeiros", afirmou o comandante.

Além do meia, o Cruzeiro buscou o zagueiro Luis Caicedo, o lateral-esquerdo Diogo Barbosa e o volante Hudson. O treinador cruzeirense ainda acredita que mais reforços podem chegar de acordo com as necessidades que forem apontadas.

"Não existe grupo fechado no futebol. Temos ideia de iniciar o ano assim. O presidente disse que fechou o início da temporada. Agora depende do grupo dando a resposta. E depois a gente reavalia, lá na frente, com cautela e com calma. Não tem porque buscar quantidade, mas, sim, qualidade", declarou.

Em áudio, Thiago Neves explica escolha por Cruzeiro em 2017

A equipe mineira voltou aos treinamentos na tarde desta segunda-feira e segue em pré-temporada na Toca da Raposa II, em Belo Horizonte. Por um período de trabalho maior, o clube dispensou até um amistoso contra o Colo Colo.