Palmeiras aguarda renovação com Crefisa e ensaia ofertas de R$ 60 milhões por Pratto e Borja

Diego Garcia e Rafael Valente, do ESPN.com.br
Gazeta Press
Lucas Pratto está na mira do Palmeiras
Lucas Pratto está na mira do Palmeiras

O Palmeiras aguarda a renovação com a Crefisa para colocar a mão no bolso e reforçar ainda mais o time que sonha com o título da Copa Libertadores em 2017. E a renovação com a Crefisa, que está bem encaminhada, mas ainda não ocorreu, pode ser definitiva para isso.

Segundo apurou o ESPN.com.br, o clube espera a finalização do acordo para ter a certeza de mais dinheiro em caixa na atual temporada. E o patrocinador já colocou R$ 200 milhões no clube em dois anos de contrato, e deve colocar ainda mais agora.

O Palmeiras já tem dois nomes definidos como favoritos para reforçar o time, assim que entrar em acordo com a Crefisa e ter grana em mãos: Lucas Pratto, do Atlético-MG, e Borja, do Atlético Nacional.

Até os valores a serem oferecidos já são de conhecimento do clube alviverde: 10 milhões de euros pelo primeiro, 8 milhões de euros no segundo.

No total, a quantia beira os R$ 60 milhões, se somada. Mas o "plano A" do clube é mesmo Pratto. O jogador vê com bons olhos a ida ao Palmeiras, mas o Atlético-MG, se receber essa oferta, deve pedir mais 2 milhões de euros. E é aí que entraria Arouca, sonho dos mineiros.

Já Borja aparece, em um primeiro momento, como opção para um eventual fracasso na transação com Lucas Pratto. 

Hoje, o Palmeiras não possui a quantia para contratar nenhum dos dois atletas. E é por isso que aguarda a renovação com a Crefisa. Já a patrocinadora, quando fechar o novo acordo, vai dar o dinheiro ao clube e deixar que o time alviverde resolva o que fazer.

A forma de pagamento do patrocínio também precisa ser discutida. A empresa pode ou dar algum adiantamento maior da quantia total acordada ou, se for a vontade do clube, dividir o valor final em parcelas mensais.

O patrocínio da Crefisa com o Palmeiras se encerra no próximo dia 21 de janeiro, mas o contrato estipula que as partes podem renovar o vínculo em até 30 dias.

 

Siga aESPNnas redes sociais