Há 3 anos ele era recreador de buffet infantil e não tinha clube; hoje, é camisa 10 na Copinha

Vladimir Bianchini, do ESPN.com.br
Divulgação/ Vitória
Jhemerson é o camisa 10 do Vitória na Copa São Paulo
Jhemerson é o camisa 10 do Vitória na Copa São Paulo

O camisa 10 do Vitória nesta edição da Copa São Paulo de futebol júnior precisou ter muita paciência até conseguir uma primeira oportunidade na carreira. O meia Jhemerson fez testes em clubes como Cruzeiro, Atlético-MG, América-MG, Ituano-SP, mas acabou reprovado. Além disso, trabalhou nas mais inusitadas profissões em 2014.

"Eu fiquei treinando por um ano sem clube e ninguém me dava oportunidade em nenhum lugar. Como eu não podia ficar sem dinheiro tive que fazer vários bicos: trabalhei entregando panfletos, já cheguei a vender bala no sinal e até mesmo em festas de crianças nos brinquedos", contou o jovem de 19 anos, ao ESPN.com.br.

No buffet infantil, o jovem trabalhava das 8h às 17h e faturava R$50 por final de semana. Domar a molecada, segundo ele, era muito mais cansativo do que qualquer treino puxado nos clubes.

"Eles davam trabalho demais (risos). Era para crianças de comunidade como um projeto social, mas ao mesmo tempo que tínhamos que trabalhar nos divertíamos com elas. Era bacana".

622 da1ebb64 b3f1 35c3 92d9 5e44e6ea4441
Proposta 'surreal' tira Marinho do Vitória: 'Essa oportunidade acho que não vai mais aparecer'

Em 2015, Jhemerson conseguiu voltar aos gramados por meio de um período de testes no Coritiba, mas acabou dispensado depois de seis meses. No meio do ano, ele acertou com o Araxá-MG.

Na equipe mineira, o meia foi um dos destaques da Copa São Paulo de futebol do ano passado e acabou contratado pelo Vitória logo em seguida.

"Hoje, graças a Deus, tenho oportunidade de jogar futebol, mas para chegar até aqui tive que ralar muito", disse o jogador, que demonstra sua vontade de estar sempre em campo.

"Prefiro jogar mais recuado, como um meia de ligação. Tenho por características: pensamento rápido, bom passe, bom toque de bola e velocidade. Dentro de campo já fiz três funções meia, segundo volante e atacante. Sei fazer bem essas funções, mas prefiro ser um meia ofensivo", revelou.

Jhemerson quer se destacar no torneio para ser visto pelo técnico Argel Fucks, com quem jpa treinou algumas vezes.

622 0bc6a32e 6145 3d73 a374 29ac0e8cbedb
Marra: 'O Vitória fez bem ao Marinho, e o Marinho salvou o Vitória do rebaixamento'

"Sei que o Vitória dá muita oportunidade. A Copa São Paulo é muito importante por ser a principal competição de base do mundo. É uma grande oportunidade para poder almejar uma vaga no profissional em 2017. Espero fazer uma boa campanha com o Vitória, já que quando ganhamos competições somos vistos", finalizou.

Siga aESPNnas redes sociais