Palmeiras, Fla e Chapecoense têm mais chances de grupo dificílimo na Libertadores

Igor Resende, do ESPN.com.br
Gazeta Press
Flamengo, Palmeiras e Chapecoense têm boas chances de grupo da morte
Flamengo, Palmeiras e Chapecoense têm boas chances de grupo difícil

Flamengo, Palmeiras e Chapecoense são os brasileiros com mais chances de cair em um grupo mais complicado na próxima Libertadores. A Conmebol ainda não oficializou o novo ranking, mas o ESPN.com.br fez as contas para constatar que nenhum dos três será cabeça de chave no sorteio desta quarta-feira. Com isso, aumentam bastante a chance de cair em uma chave bem difícil.

Seguindo o que fez em 2016, a entidade sul-americana deve usar o ranking como forma de escolher os potes do sorteio. Essa classificação leva muito em conta o desempenho histórico na Libertadores, o que ajuda times que participam constantemente do torneio, como o Nacional do Uruguai, e prejudica equipes que nem sempre estão na competição, como é o caso dos brasileiros.

Atlético-MG, Grêmio e Santos devem ser cabeças de chave ao lado de Atlético Nacional (COL), River Plate (ARG), Nacional (URU), Peñarol (URU) e San Lorenzo (ARG).

Já o Palmeiras deve estar no pote 2, como já aconteceu este ano. O Flamengo vai para o pote 3, enquanto a Chapecoense fica no 4.

O sorteio só tem uma trava, que impede que times do mesmo país caiam no mesmo grupo (desconsiderando as equipes que venham da fase prévia). Com isso, podem acontecer, por exemplo, chaves com Atlético Nacional, Estudiantes e Flamengo ou com River Plate, Palmeiras e Jorge Wilstermann, com a temida altitude da Bolívia - e isso sem considerar que podem vir times fortes da fase prévia.

Antes, aliás, Atlético-PR e Botafogo também não se deram muito bem. Os dois ficaram no pote 2 do sorteio da segunda fase prévia. Com isso, podem enfrentar rivais de peso como o Olimpia (PAR) ou Colo-Colo (CHI), entre outros.

  • Veja como devem ficar os potes para o sorteio:
AAAAAAAAA
AAAAAAAAA
AAAAAAAAA

Siga aESPNnas redes sociais