Como campeão da Copinha foi 'salvo' por Tite após falhar em estreia no Corinthians

Antônio Strini e Vladimir Bianchini, do ESPN.com.br
Fernando Dantas/Gazeta Press
Guilherme Arana teve uma estreia movimentada pelo time profissional
Guilherme Arana teve uma estreia movimentada pelo time profissional

Em sua primeira partida como profissional pelo Corinthians, Guilherme Arana viveu um turbilhão de emoções na Arena de Itaquera. Com apenas 18 anos, ele entrou no segundo tempo na vaga de Uendel no duelo contra o Sport válido pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2015.

A equipe alvinegra vencia por 3 a 1, porém, ele errou em dois gols e viu o adversário empatar o confronto. O que poderia ter "queimado" logo de cara uma promessa das categorias de base do clube tornou-se uma grande lição.

O jovem não se abateu com a situação e no final conseguiu se redimir. Aos 41 minutos, fez a jogada no ataque e cruzou dentro da área. A bola bateu no braço de Rithely e o juiz marcou a penalidade.

Jadson cobrou com categoria e garantiu o triunfo por 4 a 3, para alívio do lateral.

"Tudo aconteceu em apenas 45 minutos. Eu falhei em dois gols naquela jogo e peguei uma bola lá e sofri um pênalti, tudo isso na minha estreia. O Tite me passou muita confiança à beira do campo. Eu não diria que isso iria acabar minha história no Corinthians porque quem trabalha sempre alcança".

Ao invés de brigar com seu jogador, o treinador corintiano preferiu adotar um estilo mais paizão.

622 14c6d29a 9410 317d a163 9352eb15e88e
Tite elogia Guilherme Arana: 'Não se omitiu'

"Ele falou em uma reunião para eu agradecer meus pais porque tinham me criado muito bem e tinham um filho corajoso. Isso me fortaleceu ao longo do campeonato. Também recebi apoio dos companheiros que me acalmaram e disseram que era normal".

Os pais de Arana, Augusto e Cintia, ficaram muito orgulhosos do filho que dava seus primeiros passos para ser campeão nacional.

Getty Images
Guilherme Arana, Corinthians, 2016
Guilherme Arana, Corinthians, 2016

"Um dia minha mãe foi ver nosso treino lá o CT e o Tite a viu lá e foi conversar. Ela ficou muito feliz poque só tinha visto ele pela televisão e pode ter um contato. Dai, ele deu os parabéns para ela".

"O Tite é um cara muito importante na minha carreira me colocou pra jogar e confiava em mim. Eu vou levar isso para a vida toda. Ele conversava muito comigo e com os jogadores, passou muitos ensinamento para gente. é um cara que merece estar aonde está".

Arana aproveitou a chance e atuou por 12 partidas e fez um gol na campanha que terminou com o título do Campeonato Brasileiro de 2015.

"Tínhamos um time muito forte e tive uma sequência muito grande e me destaque.Depois disso, eu trabalhei mais forte ainda. Foi bem legal conviver com caras muito experientes que me deram muita bagagem".

622 0d0ed61a f614 3822 84a3 ec42ebe97578
Guilherme Arana fala sobre as brincadeiras com os veteranos do Corinthians

REVELAÇÃO DO CORINTHIANS

Guilherme Arana começou bem cedo na escolinha de futsal do Juventus-SP. Após se destacar em uma partida contra o Corinthians, ele foi chamado para o time de Parque São Jorge e migrou para o futebol de campo, em 2007.

"Na escolinha eu era atacante, mas fui para lateral para não ser mandado embora, dai optei por ser lateral (risos). Fiquei amigo do Malcom em 2011, quando ele foi fazer teste. Desde então nossa amizade só se fortaleceu".

Fernando Dantas/Gazeta Press
Guilherme Arana deverá ocupar a vaga de Uendel no Corinthians
Guilherme Arana no Corinthians

O garoto venceu diversos torneios e chegar a seleção brasileira de base. "Na Copa São Paulo de 2014 eu virei titular e chegamos até a final e perdemos para o Santos. Eu e o Malcom nos destacamos e eu era o mais novo do grupo [16 anos]".

Logo em seguida, a dupla foi promovida ao time principal com apenas 17 anos, mas o lateral acabou não jogando e voltou para a base. Em 2015, foi campeão da Copinha e emprestado ao Atlético-PR, mas foi chamado de volta quando Fábio Santos foi vendido para o México.

Após sua segunda temporada no time principal, na qual fez 19 partidas pelo Corinthians, Arana acredita estar em plena evolução.

"Hoje eu estou mais maduro e entro em campo mais confiante. Eu tenho boa amizade com todo mundo e isso me ajuda muito. Procuro sempre saber o que está acontecendo e estudar muito os adversários e os jogadores da minha posição".

Para isso, ele se inspira em um jogador que fez sucesso com as camisas do Corinthians, Arsenal e Barcelona. "Eu gostava muito do Sylvinho na minha posição e sou muito fã dele. Ele trabalhando aqui no Corinthians cobrava muito a gente na linha de defesa. Eu assistia muito aos vídeos dele jogando e peguei os lances para levar para minha carreira".

Com as boas atuações, ele chamou atenção do técnico Rogério Micale e foi convocado para a equipe sub-20 do Brasil. Um ótimo primeiro passo para um garoto que tem metas ousadas para o futuro.

622 520613fa b459 3b05 ba05 cad24e728648
Guilherme Arana comemora convocação para seleção sub-20: 'Um sonho realizado'

"Fiquei muito feliz de estar na seleção brasileira. Era o grande sonho da minha carreira. Eu tenho sonho ainda em jogar uma Liga dos Campeões e jogar uma Copa do Mundo, mas ainda tenho muito o que fazer para um dia chegar até esse objetivo".

Apesar do Corinthians não ter faturado títulos e nem conquistado a vaga na Copa Libertadores, Arana está confiante para 2017. "Foi um ano muito difícil em que muitos jogadores saíram, mas estamos trabalhando para que ano que vem seja melhor".

Siga aESPNnas redes sociais