Maicon é expulso, São Paulo perde para Atlético Nacional-COL e vê final distante

Patrick Mesquita, do Morumbi (SP), para o ESPN.com.br
Getty
Maicon foi expulso no 2º tempo de São Paulo x Atlético Nacional
Maicon foi expulso no 2º tempo de São Paulo x Atlético Nacional

O São Paulo não conseguiu repetir as boas atuações de fases anteriores na Copa Libertadores. Na noite desta quarta-feira, o time tricolor até demonstrou intensidade no começo diante de um forte e fechado Atlético Nacional-COL, mas sofreu com a expulsão de Maicon no segundo tempo e foi derrotado por 2 a 0 no Morumbi lotado. Borja, duas vezes, deu a vitória aos colombianos.

Após mais de um mês de pausa para a disputa da Copa América Centenário, o time tricolor parece ter "esfriado" e não demonstrou a atitude de jogos passados no torneio. Além disso, a equipe sentiu demais as ausências dos lesionados Paulo Henrique Ganso e Kelvin.

Edgardo Bauza apostou em uma formação com Ytalo como titular. O jovem sentiu o peso e não deu conta do recado. Hudson também não teve condições de atuar e foi substituído por João Schmidt. 

Agora, o São Paulo precisa vencer por no mínimo dois gols de diferença na Colômbia para ir à final e manter vivo o sonho do tetra da Libertadores. A partida de volta acontece já na próxima quarta-feira, no estádio Atanasio Girardot, em Medellín. É possível que o técnico Edgardo Bauza já possa contar com Ganso.

A outra semifinal começa a ser decidida nesta quinta-feira. A surpresa Independiente Del Valle-EQU recebe o Boca Juniors, no estádio Olímpico Atahualpa, em Quito. O confronto decisivo será na próxima semana, na Bombonera. 

Empolgação sem efeito 

Gazeta Press
Calleri, durante duelo entre São Paulo e Atlético Nacional
Calleri, durante duelo entre São Paulo e Atlético Nacional

Um dia antes da partida, Edgardo Bauza lamentou os desfalques que teve durante a pausa. Sem poder contar com três titulares, o técnico apostou em Wesley na direita, João Schmidt e Ytalo. O último foi quem mais sofreu. O substituto de Ganso não foi bem em um primeiro tempo que o São Paulo teve bola nos pés a maior parte do tempo, mas sem muita inspiração. Salvo Thiago Mendes, que marcou, correu e criou, ninguém teve uma atuação expressiva. 

Já o Atlético Nacional fechou bem os espaços e apostou no contra-ataque. Confiando em uma defesa que só levou quatro gols antes da semifinal, os colombianos se fecharam de forma coesa e sem ceder infiltrações dentro da área. Além disso, os visitantes contaram com um grande número de sobras no meio de campo, dominando a chamada "segunda bola". 

Assim, restou ao time tricolor arriscar de longe, sem assustar tanto. Thiago Mendes teve uma oportunidade, Armani defendeu. Michel Bastos também conseguiu finalizar mais de perto, mas novamente o goleiro evitou que o placar saísse do zero no primeiro tempo. 

maicon expulso e derrota 

Getty
Borja fez os dois gols da vitória do Atlético Nacional-COL
Borja fez os dois gols da vitória do Atlético Nacional-COL

Se a etapa inicial não foi das melhores, a final foi um drama só. Os colombianos começaram mais soltos e criaram boas oportunidades quando pegou a defesa tricolor posicionada de forma errada. A melhor chance veio aos 13 minutos, quando Borja subiu mais do que a zaga e cabeceou firme no travessão. 

O que parecia complicado ficou ainda mais difícil aos 28 minutos. Maicon se irritou com a cera de Moreno e deu um empurrão no adversário. O árbitro Mauro Vigliano expulsou o zagueiro que o São Paulo fez um grande esforço para manter no elenco. 

O pior aconteceu pouco tempo depois. Aos 36 minutos, o Atlético Nacional envolveu a defesa tricolor na entrada da área, e Borja finalizou na saída de Denis para sacramentar um silêncio absoluto no Morumbi. 

Ainda deu tempo do segundo. Em mais uma linda jogada rápida, Borja recebeu livre na marca do pênalti e decretou a derrota tricolor.

Antero diz que Maicon foi 'sonso' e reflete sobre apelido 'God of Zaga'

FICHA TÉCNICA:
SÃO PAULO 0 X 2 ATLÉTICO NACIONAL-COL

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 06 de julho de 2016, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Mauro Vigliano (ARG)
Assistentes: Juan Belatti e Gustavo Rossi (ambos da ARG)
Público: 61.766
Renda: R$ 7.526.480,00
Cartões amarelos: João Schmidt (São Paulo); Díaz, Borja (Atlético Nacional)
Cartão vermelho: Maicon (São Paulo)
GOLS: ATLÉTICO NACIONAL: Borja, aos 36 e 43 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Denis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; João Schmidt (Daniel), Thiago Mendes, Wesley (Hudson), Ytalo (Alan Kardec) e Michel Bastos; Calleri. Técnico: Edgardo Bauza

ATLÉTICO NACIONAL: Armani; Bocanegra, Sánchez, Henríquez e Díaz; Mejía, Pérez (Arias) e Macnelly Torres; Marlos Moreno (Blanco), Ibarguén (Guerra) e Borja. Técnico: Reinaldo Rueda

Veja imagens do confronto entre torcedores do São Paulo e polícia após jogo no Morumbi

A partida de volta entre São Paulo e Atlético Nacional-COL acontece na próxima quarta-feira, dia 13, às 21h45 (de Brasília), no estádio Atanasio Girardot, em Medellín. E aí, qual time vai chegar à tão sonhada final da Copa Libertadores da América?