Dunga diz que grupo do Brasil não é 'barbada' e vê dificuldades até no Iraque

ESPN.com.br
Lucas Figueiredo/MoWA Press
Dunga Sorteio Grupos Futebol Rio 2016 14/04/2016
Dunga durante o sorteio dos grupos, no Maracanã

O Brasil fugiu da Alemanha e pegou um grupo tranquilo no torneio de futebol masculino dos Jogos Olímpicos do Rio 2016. No entanto, o técnico Dunga tem uma visão diferente. Na opinião do treinador da seleção, a chave brasileira é difícil, com times de muito perigo: África do Sul, Iraque e Dinamarca.

"Jogamos recentemente com a África do Sul e vencemos [3 a 1, em 27 de março, em jogo de equipes sub-23, como nas Olimpíadas], mas agora eles vão jogar um torneio valendo, é diferente. O Iraque também é um país que não tem tanto nomes, mas tem tradição em competições olímpicas", disse Dunga.

O treinador elogiou especialmente a Dinamarca, apontado como adversário mais complicado da seleção na primeira fase da competição olímpica.

"A Dinamarca foi vice-campeã europeia sub-21, e esse time segue como base da equipe. Temos que confiar no nosso trabalho de dois anos. Estamos monitorando vários jogadores na seleção e nos clubes, e estamos muito confiantes", afirmou.

Sobre a pressão que os atletas brasileiros devem sentir, principalmente após a humilhação do 7 a 1 na última Copa do Mundo, Dunga ressaltou que os atletas terão que ter cabeça boa.

"Pressão tem que saber lidar. É uma Olímpiada, é diferente da Copa do Mundo, terá um público diferente, mas terá pressão sempre. O mais importante é nos preparamos bem, lidar com o tempo curto que temos para trabalhar e ter confiança nos nossos jogadores", salientou.

Por fim, o comandante disse que ainda não há definição sobre a participação de Neymar nas Olimpíadas e na Copa América. A CBF quer o craque nos dois torneios, enquanto o Barcelona deseja liberar o camisa 11 apenas para um dos dois.

"Nós queremos contar sempre com os melhores jogadores em todas as competições. Estamos falando com os clubes, não só o Barcelona, mas todas as outras equipes, porque queremos trabalhar da melhor maneira possível. Até o momento não há definição. Temos um planejamento, e quando tiver a definição vamos comunicá-los", encerrou.

A estreia será contra os sul-africanos, em 4 de agosto, às 16h (horário de Brasília), no Mané Garrincha. Três dias depois, novamente na capital, o time de Dunga encara o Iraque, às 22h. Por fim, enfrenta os dinamarqueses no dia 10 de agosto, na Fonte Nova, em Salvador, às 22h.

A competição masculina terá quatro grupos, com os dois melhores de cada chave avançando para as quartas de final. Os cruzamentos serão A x B e C x D.

VEJA TODOS OS GRUPOS:

TORNEIO MASCULINO

  • Grupo A
  • Brasil

  • África do Sul

  • Iraque

  • Dinamarca

  • Grupo B
  • Suécia

  • Colômbia

  • Nigéria

  • Japão

  • Grupo C
  • Fiji

  • Coreia do Sul

  • México

  • Alemanha

  • Grupo D
  • Honduras

  • Argélia

  • Portugal

  • Argentina

TORNEIO FEMININO

  • Grupo E
  • Brasil

  • China

  • Suécia

  • África do Sul

  • Grupo F
  • Canadá

  • Austrália

  • Zimbábue

  • Alemanha

  • Grupo G
  • Estados Unidos

  • Nova Zelândia

  • França

  • Colômbia