Corinthians vai ter formação ideal de Tite em sua estreia na Libertadores

Gazeta Press
Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Tite Treino Corinthians 01/02/2016
Tite durante treino do Corinthians

O técnico Tite aproveitará os dois próximos jogos do Corinthians, contra Capivariano e São Paulo, para observar os reforços que ganhou até então. Na quarta-feira que vem, ele interromperá os testes para enfim colocar em campo aquela que considera a formação ideal da sua equipe. Será contra o Cobresal, no Chile, pela primeira rodada do grupo 8 da Libertadores.

"A resposta é sim", confirmou Tite, que poupará alguns dos seus titulares habituais de início de temporada no Campeonato Paulista com a justificativa de que há risco de contusões antes da Libertadores.

Por respeito a quem trabalha com ele há mais tempo e para conter animosidades no elenco, o técnico começou o ano com uma escalação que já poderia ter utilizado em 2015. O normal, contudo, é que muitos dos remanescentes do desmanche que sofreu o Corinthians percam espaço para quem foi contratado.

O veterano meia Danilo, por exemplo, dificilmente conseguirá se manter com centroavante com a concorrência de alguém da posição, como André. Já Marlone deverá tirar proveito das más atuações de Lucca na esquerda para se firmar.

Tite aconselha garoto Matheus sobre cavadinha: 'Nunca mais erre pênalti assim'

Guilherme e Giovanni Augusto, reforços que vieram para suprir as saídas dos badalados Renato Augusto e Jadson para a China, têm adversidades maiores para integrar o time titular que enfrentará o Cobresal. Rodriguinho e Ángel Romero, com quem disputam posição, estão em alta com Tite.

"Vamos ter paciência com quem chegou. Sei que vão errar mais. O ajuste no processo criativo é mais difícil. O treinador não vai criar grande expectativa", prometeu o comandante gaúcho, que também estuda a possibilidade de trocar Bruno Henrique por Willians futuramente.